Siga-nos!

Internacional

“Internet é a maior ameaça contra o cristianismo”, afirma pastor americano

Ele também apresenta três maneiras de impedir que os males vindo da rede mundial de computadores atinjam as famílias cristãs

Neto Gregório

Publicado

em

Publicidade


Durante sua pregação em uma Cruzada para jovens profissionais que aconteceu na última sexta-feira, 5, em Asheville, na Carolina do Norte, o pastor e apologista Josh McDowell disse que a internet é a maior ameaça aos cristãos e por sua causa os fundamentos cristãos estão diminuindo enquanto que a imoralidade sexual está crescendo.

“A internet tem aproximado nossos filhos de ateus, agnósticos, céticos e de pessoas que gostam de destruir tudo o que você e eu acreditamos”, disse o pastor que informou a todos que a relação com essas pessoas via internet pode ser a mesma que os pais e os pastores de jovens possuem.

Publicidade

Leia mais...

McDowell citou uma pesquisa que revela que o número de evangélicos que não acredita na verdade absoluta pulou em 1993 de 51% para 91% nos dias de hoje. “Essa é a estatística mais surpreendente da história da igreja”, disse o pastor que atribui esse resultado ao aumento de usuários da rede mundial de computadores.

Ele lembrou que quando a internet foi inventada ele chegou a dizer que entre 10 ou 11 anos o aumento de conhecimento e a abundância de informação levariam as pessoas não a certeza, mas ao ceticismo generalizado. “E é exatamente isso que aconteceu”, disse o pastor.

Publicidade

McDowell também cita o aumento da pornografia. “E vocês sabem quantos e-mails pornográficos são disparados por dia? 2,5 bilhões. E tudo a apenas um clique de distância,” disse o pastor que lembrou que 50% dos divórcios nos Estados Unidos têm como causa a pornografia.

A solução

Para ele existe três formas de tentar barrar as mensagens negativas que tem influenciado tantos jovens cristãos. “Primeiro, temos que ser o modelo. Se você não é modelo do que você ensina seus filhos, esqueça. Se eles não o vêem, eles não vão acreditar”.

Em segundo lugar o pastor pede para que sejam construídos relacionamentos, dando regras às crianças mas com amor e contato. “As crianças não respondem a regras. Eles respondem a regras no contexto de um relacionamento amoroso e íntimo”, ensinou.

Publicidade

A terceira forma de acordo com o pastor McDowell é passar conhecimento. “Vocês são as melhores pessoas para responder as perguntas de seus filhos e netos… não importa qual seja a pergunta”, disse ele que pediu aos presentes para que defendam a infância.

Com informações Christian Post




Gosta do nosso conteúdo? Considere ajudar nosso ministério! Saiba mais em apoia.se/gospelprime


27 Comentários
Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending