Siga-nos!

israel

Estudo israelense aponta miocardite em homens jovens vacinados contra covid-19

Pesquisadores apontam risco elevado de inflamação no coração com as vacinas da Pfizer e BioNTech.

em

Benjamin Netanyahu recebe vacina contra covid-19
Benjamin Netanyahu recebe vacina contra covid-19 (Foto: Reprodução/YouTube)

Os pesquisadores israelenses descobriram que a vacina da covid-19 feita pela Pfizer e BioNTech pode desenvolver nos homens jovens uma inflamação no músculo cardíaco (miocardite), com risco elevado.

Nesta terça-feira (1) um relatório foi apresentado ao Ministério da Saúde de Israel, concluindo que um a cada 3 mil e um a cada 6 mil homens de 16 a 24 anos de idade que receberam a vacina desenvolveram a rara doença.

Porém, a maioria dos casos de miocardite foi resolvido em poucas semanas. No entanto, o pediatra e bioeticista do Hospital Infantil de Seattle, Douglas Diekema,  está preocupado com a vacinação das crianças.

“Não consigo imaginar que vá fazer com que os médicos digam que não devemos vacinar crianças”, afirmou Diekema.

Vários casos de miocardite como efeito colateral da vacina da Covid-19

Em abril, as autoridades de saúde israelenses relataram mais de 60 casos com o problema, principalmente entre homens jovens que teriam recebido a vacina alguns dias antes. O Departamento de Defesa dos Estados Unidos começou a investigar 14 desses casos na época.

Já em maio, os Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, alegaram que estavam revisando casos de miocardite.

Igualmente, funcionários da Agência Europeia de Medicamentos disseram em 28 do mesmo mês que receberam 107 notificações de miocardite após cerca de 175 mil doses da vacina Pfizer-BioNTech ser administrada, levando em consideração que poucas pessoas com menos de 30 anos foram vacinadas na Europa.

O estudo surgiu depois que Israel e outros países europeus começaram a debater se os jovens devem ser vacinados contra Covid-19.

Conscientização sobre a miocardite

Apesar do risco apontado nas conclusões, especialistas dizem que os riscos do coronavírus podem ser maiores, de acordo com Peter Liu, cardiologista e diretor do Instituto do Coração da Universidade de Ottawa.

Dessa forma, o Dr. Diekema disse que a comunidade médica está em alerta para jovens que apresentam dor no peito após a vacinação da Covid-19.

O Dr. Mevorach, chefe de medicina interna do Centro Médica da Universidade de Hadassah em Israel, indicado para investigar o problema, concordou com uma conscientização desses efeitos colaterais da vacina aos pais, aos vacinados e aos médicos, buscando um tratamento mais rápido e eficaz, segundo o Science.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending