Siga-nos!

mundo

Biden usa 55 agências para rastrear objeções religiosas

Algumas regras até rastreiam os visitantes de seus prédios ou eventos.

em

Joe Biden no Café da Manhã Nacional de Oração (Foto: Reprodução/YouTube)

O governo de Joe Biden, nos Estados Unidos, está usando 55 departamentos e agências federais para rastrear funcionários ou candidatos que buscam isenções de vários tipos, incluindo isenções aos mandatos de vacinas da Covid-19.

A denúncia feita por um grupo conservador cristão revela que foram criadas 57 mudanças de regras que permitem o rastreio. Apesar de ter como alvo as vacinas, algumas das novas regras permitem rastrear todas as isenções, como a busca por liberação do trabalho no sábado ou no domingo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

De acordo com a Liberty Counsel Action, o braço de lobby da organização legal sem fins lucrativos especializada em casos de liberdade religiosa. Algumas regras até rastreiam os visitantes de seus prédios ou eventos.

Por exemplo, o Escritório de Direitos Civis e Diversidade do Departamento do Tesouro declarou que seu banco de dados documentará todos os pedidos e negações de isenção religiosa.

O escritório “rastreará e manterá ‘informações sobre as crenças religiosas de um solicitante’, bem como a ‘resolução informal de disputas’ de cada pessoa”, diz a declaração da Liberty Counsel Action.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Também registrará ‘correspondência’, ‘notas de apoio e documentação’ e até ‘registros de conversas orais’ de cada pessoa que solicitar uma isenção. Esse banco de dados rastreará e registrará esse nível de informação para todos, desde ‘pré-emprego, durante o emprego atual ou anterior ou para [participantes de] um evento específico’”.

Embora existam variações nas regras entre as agências governamentais, o grupo alerta que “todas elas estão causando séria preocupação com violações invasivas de privacidade pelo governo federal ao registrar e armazenar permanentemente dados religiosos e médicos daqueles que buscam isenções”.

O Exército dos EUA, por exemplo, está indo além de registrar a “preferência religiosa” de seus funcionários.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“O Exército está combinando essas informações religiosas com dados biométricos, como impressões digitais e fotografias digitais”, revela.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending