Siga-nos!

igreja perseguida

Um olhar sob a perseguição aos cristãos na Coreia do Norte

Como é ser cristão no país que ocupa o topo do ranking de perseguição.

em

Estátua da família Kim
Estátua da família Kim, na Coreia do Norte (Foto: Reprodução/Portas Abertas)

Você já parou para pensar que a vida de um Cristão em outro país pode ser completamente diferente da sua? Na Coreia do Norte ser descoberto como cristão é sentença de morte.

Se um seguidor de Cristo é denunciado, ele pode ser morto na hora, caso contrário ele é levado para um campo onde vira escravo e criminoso político, vivendo em condições subumanas, e poucos conseguem sair vivos dessa prisão.

Mas não para por aí, toda a família do indivíduo que foi revelado crente também recebe a mesma punição. Estima-se que existem cerca de 50 a 70 mil cristãos presos nesses campos atualmente, segundo relataram algumas fontes.

Ainda que Kim Jong-un, o líder da Coreia do Norte, tenha aumentado o sistema de segurança dessas prisões onde abrigam criminosos, muitos deles presos somente por serem cristãos.

Cristão norte-coreano pede ajuda a comunidade cristã global

Um cristão secreto pediu para que pessoas de todo o mundo orassem pelo país para que o evangelho cresça e liberte os norte-coreanos da escravidão com a luz do Senhor Jesus.

A Coreia do Norte é apontada como o país onde os cristãos enfrentam a perseguição mais severa desde 2002, e ainda continuam a passar por esse problema na vida pública ou privada, sem liberdade à religião.

Atualmente com a Covid-19 as pessoas estão morrendo rapidamente, embora as autoridades do governo afirmem que o vírus não afetou o país.

Consequentemente a pandemia fez com que a segurança das fronteiras com a China fossem reforçadas, impedindo o mercado negro que muitos cidadãos usam para sobreviver, agora morrem de fome e desnutridos.

Por quem os cristãos são perseguidos na Coreia do Norte?

A perseguição mais comum na Coreia do Norte é a opressão comunista, pós-comunista e a paranoia ditatorial, geralmente aplicados por grupos radicais violentos adeptos das mais variadas crenças.

Os oficiais do governo, membros de partidos políticos, parentes, quadrilhas e outros cidadãos não cristãos também são fontes da perseguição que acontece no país.

Qualquer cristão na Coreia do Norte fica seriamente exposto à perseguição, inclusive agentes secretos na China também são incumbidos de sequestrar supostos cristãos norte-coreanos que fugiram do país.

Mulheres e homens cristãos são vulneráveis à perseguição

Infelizmente, estima-se que cerca de 30% dos cristãos nos campos de trabalho forçado são mulheres, que sofrem com estupros e interrogatórios violentos dentro da prisão.

Vale ressaltar que o abuso sexual dentro da cultura do país é normal, e mesmo as mulheres cristãs que conseguem fugir para a China são vítimas de tráfico humano e também são forçadas a se casarem.

Os homens na Coreia do Norte são totalmente controlados pelo governo, seus empregos são escolhidos e eles não podem mudar de trabalho, caso tenha alguma pessoa cristã na sua família não podem ser promovidos.

A organização Portas Abertas, parceira do Gospel Prime, vem ajudando cerca de 90 mil cristãos norte-coreanos através de suas redes de apoio, com alimentos, doação de Bíblias, treinamento e abrigo para os refugiados.

Clique aqui para mais informações e também para ajudar os cristãos da Coreia do Norte.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

Trending