Siga-nos!

Estudos Bíblicos

Que casa é esta que Jesus foi preparar pra nós?

O que Jesus quis dizer com a expressão “Na casa de meu Pai há muitas moradas”?

Armando Taranto Neto

em

“Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.”  (João 14:2)

ἐν τῇ οἰκίᾳ τοῦ Πατρός μου μοναὶ πολλαί εἰσιν· εἰ δὲ μή, εἶπον ἂν ὑμῖν· ὅτι πορεύομαι ἑτοιμάσαι τόπον ὑμῖν· (NT Nestle Greek)

Trataremos de um texto que tem causado muitos debates e dúvidas. Será que Jesus estava mesmo dizendo aos discípulos que estaria indo ao céu preparar um “conjunto habitacional” para todos os fiéis quando disse: “Na casa de meu Pai há muitas moradas”?

O que o texto original nos informa?

Primeiramente deve-se levar em consideração que a primeira ideia que vem à mente do leitor ao ler esta perícope é a imagem de que Jesus realmente fora preparar casas ou um edifício.

E, tão logo Ele os prepare, voltará para nos buscar. Entretanto a tradução da palavra “casa” no dito texto original grego é “οἰκίᾳ“. (Grifo meu)

O autor do evangelho usa às vezes palavras sinônimas para expressar sentidos diferentes. Não é o caso exclusivo desta palavra “οἰκίᾳ” que tem o significado de família ou casa no sentido abstrato, comunidade e igreja, como também a palavra “οἶκονque tem o significado de casa de alvenaria.

João usa desta mesma técnica para expressar conceitos distintos mesmo se utilizando de palavras parecidas.

No mesmo evangelho de João 2.16 está escrito:

“E disse aos que vendiam pombos: Tirai daqui estes, e não façais da casa de meu Pai casa de venda.

καὶ τοῖς τὰς περιστερὰς πωλοῦσιν εἶπεν Ἄρατε ταῦτα ἐντεῦθεν, μὴ ποιεῖτε τὸν οἶκον τοῦ Πατρός μου οἶκον ἐμπορίου.. (NT Nestle Greek)

A expressão “casa de meu Pai” neste versículo é traduzida como “οἶκον” (Grifo meu) (casa de alvenaria ou prédio), pois Jesus está reprovando os religiosos judeus que transformaram a casa (O Templo de Jerusalém, o prédio) em lugar de comércio. Todavia no capitulo 14.2 a palavra casa é “οἰκίᾳ“.

Em João 4.53:

“Entendeu, pois, o pai que era aquela hora a mesma em que Jesus lhe disse: O teu filho vive; e creu ele, e toda a sua casa.

ἔγνω οὖν ὁ πατὴρ ὅτι ἐκείνῃ τῇ ὥρᾳ ἐν ᾗ εἶπεν αὐτῷ ὁ Ἰησοῦς Ὁ υἱός σου ζῇ· καὶ ἐπίστευσεν αὐτὸς καὶ ἡ οἰκία αὐτοῦ ὅλη. (NT Nestle Greek)

Nesta narrativa nos é dito que após o filho do nobre ter sido curado creu ele e toda a “sua casa”, neste versículo a palavra grega que traduz casa é “οἰκίᾳ”, ou seja, creu ele e toda a sua família.

Veja que é a mesma palavra que João usa no capítulo 14.2 e não está significando uma casa de alvenaria, uma construção ou conjunto habitacional, mas a família do nobre que teve seu filho curado.

Fica muito claro, então, que em João 2.16 o autor se refere a prédio e em João 4.53 faz menção a família.

Esta clareza não é evidente em João 14.2 e nem também no capítulo 12.3:

“Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento.”

ἡ οὖν Μαριὰμ λαβοῦσα λίτραν μύρου νάρδου πιστικῆς πολυτίμου ἤλειψεν τοὺς πόδας τοῦ Ἰησοῦ καὶ ἐξέμαξεν ταῖς θριξὶν αὐτῆς τοὺς πόδας αὐτοῦ· ἡ δὲ οἰκία ἐπληρώθη ἐκ τῆς ὀσμῆς τοῦ μύρου. (NT Nestle Greek)

Neste texto a palavra traduzida por casa não é “οἶκον” (casa ou prédio), mas “οἰκίᾳ” (Grifo meu) (família ou comunidade). João está registrando que a atitude de Maria em derramar este perfume de grande valor, que é uma representação do desprendimento e amor, contagiou toda a família, toda a comunidade.

Embora não esteja muito claro o verdadeiro significado de João 14.2 a maioria das pessoas entendem que Jesus tenha realmente ido preparar um conjunto habitacional ou que tenha se dirigido ao céu para construir casas de alvenaria aos fiéis.

Na verdade quando Jesus diz que na casa de meu Pai tem muitas moradas, Ele estava querendo dizer que nesta comunidade, nesta família, nesta Igreja há lugar para todos.

A pergunta que fica é: “- Em que momento Jesus foi preparar lugar para os crentes?”.  A resposta é: Na Cruz, quando Ele se entregou por nós.

No contexto, significa que quando então Ele consumar esta “Obra” da redenção Ele dirá: Eu Voltarei.

“E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez …” João 14:3a

E verdadeiramente Ele voltou, e esta volta de João 14 não significa a “Parousia” (A vinda Escatológica), mas a sua ressurreição. Isto é comprovado em João 20.19

“Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco.”

Jesus volta – “virei outra vez” Jo 14.3a.

Para confirmar que Jesus não estava falando de Seu retorno final, Jo 14.18,19 está escrito:

“Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós. Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais,  (Não o verá mais porque Ele vai morrer) mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis.”

Quando os discípulos o veriam?

Quando Ele ressuscitasse Ele voltaria para a igreja, voltaria para os discípulos e estaria com eles, como afirmado no início do capitulo 14.3: “para que onde eu estou estejais vós também”.

Perceba que Jesus já havia prometido isto no capítulo 12.26:

“Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará.”

Jesus está prometendo: “Onde Eu estou ali também estará o meu servo”, Ele não está se referindo ao céu, mas sim à Sua presença na comunidade cristã, na família cristã na “οἰκίᾳ” de Deus que Ele formou na Cruz.

Judas entendia que o Messias se manifestaria ao “mundo”, mas Jesus o corrige Jo 14.22,23:

“Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?”

Jesus deixa claro que após a ressurreição Ele se manifestará aos seus discípulos, e não ao mundo:

Jesus respondeu, e disse-lhe: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.”

Ou seja, Jesus diz “Viremos”, “Viremos” quando? No dia escatológico? Na Parousia? No dia final? Não, viremos agora, à partir da ressurreição.

Em outras palavras o Pai, o Filho e o Espírito Santo virão e farão morada naqueles que creram na Obra de Cristo.

Agora, uma vez que cremos nesta obra salvadora de Jesus fazemos parte da Família de Deus e temos Lugar nesta “οἰκίᾳ” de Deus. E, na “Casa do meu Pai há Muitas moradas”, ou seja, há lugar para todos na comunidade, na família e na igreja de Deus.

E há lugar também para você. Que o Senhor te abençoe.

Adaptado do Dr Emerson Rocha de Almeida – Instituto Beréia

Graduado em Teologia. Pós-graduado em Teologia Bíblica. Mestre em Sociologia da Religião. Doutorando em Teologia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Trending