Siga-nos!

igreja perseguida

Pastores recebem ordem para defender o Partido Comunista da China em sermões

A censura em igrejas protestantes tem aumentando e exige-se a defesa da política e elogios aos seus líderes.

Avatar

em

Igreja chinesa vazia (Foto: Reprodução/Portas Abertas)

As igrejas foram fechadas para evitar a propagação do coronavírus, seis meses depois foram autorizadas a abrir apenas se prometessem louvar o governo e os membros das igrejas foram descobrindo que os sermões estavam se tornando mais politizado.

O ditador Xi Jinping fez um apelo para reduzir o desperdício de alimentos na China, os dois conselhos cristãos chineses de Quanzhou, uma cidade municipal na província de Fujian, no sudeste, exigiram que todas as igrejas das Três Autos, considerada a maior organização protestante do mundo, integrassem as ideias de Xi em seus sermões, em setembro, para que a política alcance a todas na sociedade.

Os membros do clero tiveram que se tornar criativos para implementar a ordem, alguns integraram as palavras do presidente na história bíblica sobre Jesus alimentando cinco mil pessoas com cinco pães e dois peixinhos.

Na primavera, as autoridades também instruíram os pastores a pregarem na congregação que os americanos que trouxeram o coronavírus para a China. Um pastor chegou a ser instruído a promover para sua congregação a abertura de barracas de venda automática na rua para ajudar a reviver a economia.

Outro pastor da igreja Três Autos, em Shengzhou, disse ao jornal Bitter Winter que os oficiais do governo estão supervisionando cada vez mais o conteúdo dos sermões, deixando os membros ansiosos e desconfortáveis.

Os dois conselhos cristãos chineses da província de Heilongjiang, no nordeste do país, emitiram uma ordem que afirma que “o povo chinês, sob a liderança do PCCh, mostrou ao mundo as vantagens incomparáveis ​​do sistema político socialista” em meio à epidemia de coronavírus que provocou “a sociedade ocidental, chefiada pelos Estados Unidos, a desprezar as conquistas da China” e dificultar seu desenvolvimento econômico e militar. Nesse contexto, o espírito de patriotismo exibido durante a guerra de resistência contra a agressão japonesa deve ser levado adiante.”

Pregadores afirmam que o governo ameaçou fechar qualquer igreja que se recusasse a realizar as atividades propostas por eles, ordenou que fossem integrados aspectos culturais tradicionais chineses e a constituição nos sermões.

Um membro da congregação disse que estavam todos ansiosos para ouvir os sermões depois que as igrejas fossem reabertas, mas todos elogiam Xi Jinping, que não há sentido na religião cristã, isso é a do Partido Comunista.

As igrejas que desobedecerem foram ameaçadas de fechamento e sua congregação foi cassada. Com tudo isso, ainda é possível ver pessoas de diversas partes do mundo apoiando o comunismo como se fosse a salvação para a humanidade, indo contra a liberdade do ser humano.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending