Siga-nos!

igreja

Pastor vence na Justiça e pode voltar a promover cultos na igreja

Governador da Califórnia manteve igrejas fechadas enquanto reabriu outras atividades.

Michael Caceres

em

John MacArthur (Reprodução)

Um tribunal da Califórnia, nos Estados Unidos, decidiu que o pastor John MacArthur pode voltar a promover cultos fechados em sua igreja, depois que o líder da Grace Community Church decidiu acionar a Justiça devido as restrições impostas pelo governador Gavin Newsom.

O governador da Califórnia também está sendo processado por um grupo de igrejas do estado, depois que ele permitiu a retomada de algumas atividades, mas manteve a proibição de cultos. MacArthur disse que “Cristo, não César, é o chefe da igreja”.

Na decisão, o juiz James Chalfant apontou que a decisão infringe os direitos constitucionais das igrejas de exercer livremente a religião. A decisão liminar estabelece que a igreja pode reabrir seguindo os protocolos sanitários até que o caso seja julgado.

Em resposta a decisão do juiz, MacArthur agradeceu ao Tribunal e disse estar feliz em poder cumprir e respeitar o que o juiz pediu já que ele está permitindo os encontros.

“Isso vindica nosso desejo de permanecer abertos e servir nosso povo. Isso também nos dá a oportunidade de mostrar que não estamos tentando ser rebeldes ou irracionais, mas que permaneceremos firmes para proteger nossa igreja contra restrições irracionais e inconstitucionais”, disse.

Igreja

A decisão de manter as atividades religiosas foi tomada pelos anciãos da Grace Community e chegou a virar uma espécie de “protesto pacífico”. Outros líderes evangélicos manifestaram apoio aos líder da denominação, lembrando que a Igreja vive um período de perseguição em todo o mundo.

“Bom Dia a todos. Estou muito feliz em  dar as boas-vindas ao ‘protesto pacífico’ da Grace Community Church ”, disse o pastor John MacArthur em um culto de domingo. A fala gerou reação dos fiéis, que riram, aplaudiram e glorificaram em resposta.

Trending