Siga-nos!

mundo

Londres tem marcha pelos nascituros com milhares de pessoas

Multidões escutam a discursos pró vida em Marcha Pela Vida.

em

Marcha pela Vida
Marcha pela Vida (Foto: Reprodução/March For Life UK)

Durante o final de semana, a Marcha Pela Vida do Reino Unido trouxe milhares de pessoas para compartilhar uma mensagem em defesa da vida em Londres. A marcha, realizada anualmente, ocorreu sob a bandeira da “Vida na concepção, sem exceções”.

A marcha atravessou a Praça Trafalgar e alcançou seu ápice na Praça do Parlamento, onde os manifestantes se ajoelharam em oração pelos não nascidos.

O bispo católico de Lancaster, Paul Swarbrick, falou para as multidões sobre a contradição entre a realidade do aborto e o slogan do governo de salvar vidas durante a pandemia, quando as leis de aborto foram relaxadas.

“Alguns anos atrás, na década de 1960, abolimos a pena de morte para os culpados. Por que ainda a temos para os inocentes? Parece óbvio que são apenas alguns que estão sendo salvos. Todas as vidas importam e não é que alguns importem mais do que outros, mas alguns precisam de um pouco mais de amor. Eles são tão facilmente negligenciados, que são ditos que sua vida realmente não importa. Você pode ser inconveniente. Você pode ser uma ameaça ao meu estilo de vida. Você poderia me trazer vergonha. Você poderia me trazer culpa. Não, todas as vidas importam, mas algumas precisam de mais cuidado do que outras”, disse ele.

O pastor evangélico Ebow Essel, de Basingstoke, lembrou de seu tempo como soldado de infantaria no Exército Britânico, quando lhe foi dado o “Cartão Alfa”, que define as regras de combate e proíbe a morte ilegal do inimigo, por exemplo, depois de terem se rendido.

“Card Alpha impede que você tire essa vida, que é considerada inocente, e essa pessoa era um inimigo contra o qual você estava lutando há alguns minutos atrás. Através disso, eu pensei, um inimigo pode ser considerado uma vida inocente, aquele que matou alguém alguns minutos atrás, e você é obrigado pela lei a não tirar sua vida. Quanto mais um bebê não nascido no útero que não matou ninguém, que não ameaçou ninguém, que não é uma ameaça à vida. E foi quando eu vi que há algo errado com isso, que estamos sentados  vendo diariamente o massacre de bebês inocentes em úteros”, disse Essel segundo Christian Today.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending