Siga-nos!

mundo

Espanha aprova lei para prender quem orar contra o aborto

A lei no país permite a interrupção da gravidez sem justificativa médica, até a 14ª semana.

em

Manifestações contra o aborto. (Foto: Reprodução / Facebook - 40 Days for Life)

O Senado da Espanha aprovou nesta quarta-feira (6) uma mudança no Código Penal do país, que prevê prisão e restrição a determinados locais, para pessoas que orarem em frente a clínicas de aborto, visando convencer mulheres a desistirem de assassinar seus filhos no ventre.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A lei considera que essas pessoas antiaborto devem ser punidas por, supostamente, assediarem e intimidarem as mulheres que vão a clínicas para interromper a gestação.

Apresentada pelo Partido Socialista do presidente Pedro Sánchez, a lei já havia recebido o sinal verde no Congresso e entrará em vigor quando for publicada no Diário Oficial.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Depois de publicada, a lei prevê que aqueles que “para obstaculizar o exercício do direito à interrupção voluntária da gravidez”, assediarem uma mulher “mediante atos de perturbação, ofensivos, intimidatórios ou coercitivos que minam sua liberdade” serão punidos com penas de prisão que vão de três meses a um ano ou a trabalhos comunitários, segundo a proposta enviada pelo Congresso.

A lei no país permite a interrupção da gravidez sem justificativa médica, até a 14ª semana.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending