Siga-nos!

igreja perseguida

37 cristãos são mortos por pastores Fulanis em ataque na Nigéria

As autoridades nigerianas ignoram as agressões contra os cristãos.

Avatar

em

Grupo radical na Nigéria
Grupo Radical na Nigéria (Foto: Reprodução/ Middle Eastpress)

No último domingo, 23 de maio, pastores Fulani mataram 14 cristãos, incluindo crianças, em um vilarejo perto de Jos, no estado de Plateau, na Nigéria.

Além disso, oito cristão membros de uma família também foram mortos na vila de Dong, no condado de Jos North, se juntando a outros seis cristãos mortos pelos pastores da aldeia.

Um membro da congregação local da Igreja Evangélica Winning All (ECWA), o senhor Asabe Samuel, 60 anos, contou ao Morning Star que pastores fulani invadiram quando os residentes estavam perto de dormir.

“Eu estava perto da área central da vila, que tem lojas e serve de mercado, quando ouvi homens armados Fulani atirando ao redor da minha casa. Isso nos forçou a correr para nos esconder”, disse.

Ao tentar voltar, Samuel viu ao lado de sua residência o cadáver de Istifanus Shehu, 40, membro da Igreja de Cristo para as Nações, morto a tiros.

“Ouvimos os atacantes se retirando e gritando ‘ Allahu Akbar [Allah é maior]’”, contou ele.

A jovem Awuki Mathew, 28, foi morta junto com seus dois filhos, Gospel Matthew, de 4 anos e Praise God Matthew, de 2 anos, todos católicos, deixando para trás seu marido que é cego.

As autoridades não fazem nada a respeito

O pastor da ECWA em Dong, Jonathan Kyoomnon Bala, disse que a polícia e alguns funcionários do governo só apareceram às 10h no dia seguinte, e acrescentou: “Esses pastores nos atacaram por cerca de 40 minutos e saíram sem a intervenção dos soldados ou da polícia.”

Segundo Bala, durante o ataque ele telefonou para um dos agentes de segurança, mas ninguém fez nada a respeito.

O pastor ainda comunicou que uma semana antes, a vila foi atacada na presença de soldados e policiais e eles não fizeram nada.

“E alguns dos agressores são conhecidos como terroristas trazidos de outros países para colaborar com os pastores no ataque aos cristãos”, acrescentou.

Outros 15 cristãos foram mortos no dia 30 de abril no vilarejo de Ta-Hoss, condado de Riom, segundo o Christian Headlines.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending