Siga-nos!

mundo

Pobreza na Argentina já atinge 42% da população

Situação no país já se assemelha a da Venezuela.

em

Alberto Fernández
Presidente da Argentina, Alberto Fernández (Foto: Daniel Jayo/AP News)

Para a surpresa de ninguém, o governo de Alberto Fernández, o poste de Cristina Kirchner, tem se mostrado um verdadeiro desastre. A dupla socialista conduz o país para o caos, levando para um cenário semelhante ao da Venezuela.

Os dois foram eleitos após o fracasso do governo de Mauricio Macri, um liberal que não teve coragem de propor as reformas necessárias. Agora, com a pandemia de covid-19, os argentinos alcançaram o nível de 42% da população, ou 19 milhões de pessoas, em situação de pobreza.

Segundo o Indec (Instituto Nacional de Estatísticas e Censos da Argentina), ao menos 10,5% da população vive em situação de indigência, sem renda suficiente para comprar uma cesta básica de alimentos para o mês.

Novamente os socialistas consegue acabar com a desigualdade, nivelando todos a uma situação de miséria, como já fez em outros países do mundo.

Outro dado preocupante do relatório, é que crianças entre 0 e 14 anos são a população mais afetada pela pobreza na Argentina. Mais da metade delas (57,7%) são pobres, ou seja, cerca de seis milhões de crianças, das quais mais de 1,7 milhão (15,7%) vivem em situação de indigência.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending