Siga-nos!

mundo

Rússia teria financiado ambientalistas radicais para manter Europa dependente

Denúncias estão sendo apresentadas contra ambientalistas.

em

Vladimir Putin
Vladimir Putin (Reprodução/YouTube)

Durante anos, líderes mundiais acusaram a Rússia de financiar grupos ambientalistas na Europa para afastar as nações da independência energética e fortalecer o controle de ferro da Rússia sobre o continente.

À medida que nações em todo o mundo começam a evitar o petróleo russo em resposta à invasão da Ucrânia pelo país, os líderes dos EUA também estão questionando a profundidade dos laços da Rússia com a comunidade ambiental.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Em 2014, meses depois que a Rússia anexou a Península da Crimeia da Ucrânia, líderes europeus disseram que a Rússia estava usando operações de desinformação com grupos ambientais para afastar os países do fracking em favor do petróleo russo.

“Encontrei aliados que podem relatar que a Rússia, como parte de suas sofisticadas operações de informação e desinformação, se envolveu ativamente com as chamadas organizações não governamentais, organizações ambientais que trabalham contra o gás de xisto, para manter a dependência europeia do gás russo importado”, disse Anders Fogh Rasmussen, ex-primeiro-ministro da Dinamarca e então secretário-geral da OTAN.

Além disso, um funcionário da OTAN falou que o controle da Rússia sobre a Europa estava apertando. Segundo ele, a Rússia estava tentando recriar uma esfera de influência, inclusive através de uma campanha de desinformação sobre muitas questões, incluindo energia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Enquanto isso, de acordo com Fox News, os grupos ambientais negaram qualquer vínculo com a Rússia. Em 2016, Alemanha, França, Holanda, Escócia e Bulgária baniram o fracking temporariamente ou permanentemente.

O poder da Rússia sobre a energia europeia cresceu em grande número até 2022, fornecendo cerca de 40% do fornecimento de gás natural do continente. A Lituânia, por exemplo, recebe 83% de suas importações de petróleo da Rússia, a Polônia fica com 58% e a Finlândia 80%.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“É vital para nossa segurança nacional saber se Vladimir Putin, o governo russo ou os aliados estão se intrometendo na acessibilidade energética e segurança da América. Se a Liga dos Eleitores da Conservação, o Conselho de Defesa dos Recursos Naturais ou o Sierra Club não têm nada a esconder, estamos ansiosos para ver as evidências que eles fornecerão até 25 de março”, disse o líder do Comitê de Energia e Comércio da Câmara, McMorris Rodgers.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending