Siga-nos!

Mundo Cristão

Ricardo Gondim lamenta a perseguição que tem sofrido

Apesar das críticas ele não pretende deixar a altivez de suas palavras

Avatar

em

Publicidade

O pastor Ricardo Gondim voltou a usar o blog para falar sobre as críticas que tem recebido por causa de suas frases e por sua “inclinação” ao pensamento humanista.

No novo texto ele comenta que recebeu uma mensagem de um rapaz de 24 anos com palavras ácidas que o fizeram ter uma leve taquicardia.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

Recentemente o líder da Igreja Betesda foi desligado da revista Ultimato, por quase 20 anos o pastor foi um dos colunistas dessa importante publicação.

Apesar de tudo isso, ele escreve que não vai se fragilizar diante das acusações. “Os dias são bicudos. Mas não vou fragilizar-me diante de algozes, ainda noviços na arte de difamar e enxovalhar. Não darei o privilégio de verem as lágrimas que derramo por escolher um caminho acidentado,” escreveu.

Gondim também diz que permanecerá altivo e antes de dar explicações, dará satisfações à sua própria consciência. No texto ele explica as razões que o levaram a apoiar os direitos civis dos homossexuais.

“Quando a lei protege um segmento da sociedade, acaba por alcançar os que não fazem parte daquele segmento. Por que insisto em fazê-lo? Porque acredito que Jesus, o meu senhor e salvador, o faria.”

Continua depois da Publicidade

Em uma entrevista a revista Carta Capital, o pastor defendeu o Estado laico e o reconhecimento da união civil entre pessoas do mesmo sexo.

Outra polêmica que fez com que Gondim recebesse muitas críticas, inclusive de líderes evangélicos, foi afirmar que Deus não está no controle do mundo, palavras ditas em janeiro deste ano quando um terremoto destruiu várias cidades do Japão.

Leia o texto na íntegra aqui.

Continua depois da Publicidade

Fonte: Gospel Prime

Publicidade