Siga-nos!

Opinião

Por que é difícil para a igreja abrir conta em banco?

É importante que a Igreja utilize os meios contábeis adequados para a organização financeira

Direito Religioso

em

Homem fazendo contas. (Foto: JESHOOTS.COM / Unsplash)

Sim, a Igreja não cuida das coisas terrenas. Sua missão, no mundo, é direcionar os fiéis para as coisas espirituais.

Seu objetivo está estritamente ligado ao transcendental, MAS, isso não significa que a organização religiosa vai ser desorganizada.

Trata-se da Igreja visível: por estar na Terra, ela precisa manter bons padrões de governança eclesiástica.

Além do espaço físico, Igreja é uma reunião de pessoas, possui lideranças, está envolvida em projetos sociais e tem gastos mensais com água, luz, telefone, reformas e assim por diante.

Por isso, para gerir suas finanças, é importante que a Igreja utilize os meios contábeis adequados para a organização financeira, e o primeiro passo e a conta bancária.

No vídeo de hoje, você poder conhecer detalhes sobre o tema!

Direito Religioso é um canal formado por Thiago Rafael Vieira, Presidente do Instituto Brasileiro de Direito e Religião, pós-graduado em Direito do Estado pela UFRGS e Jean Marques Regina, 2º VP do Instituto Brasileiro de Direito e Religião, ambos advogados, professores e escritores, com pós-graduação em Direito Constitucional e Liberdade Religiosa pelo Mackenzie, com estudos pela Universidade de Oxford (Regent’s Park College) e pela Universidade de Coimbra e pós-graduandos em Teologia pela ULBRA.

Publicidade