Siga-nos!

igreja

“Os jovens querem colocar suas crenças em prática”

Estudo revela desafios dos Millennials e da Geração Z.

Michael Caceres

em

Jovens felizes (Sharefaith/Pexels)

A organização cristã World Vision, em parceria com o Grupo Barna, publicou o relatório de um estudo realizado com os Millennials e a Geração Z, grupo que compõe os jovens com idades entre 18 e 35 anos.

O estudo “A Geração Conectada” ouviu os jovens de 25 países em 9 idiomas diferentes. Ao todo foram 15.369 entrevistados através em formato online com o objetivo de entender os valores que eles carregam para a idade adulta, o tipo de mundo que já estão construindo, sua relação com a e como reconhecem suas necessidades espirituais.

De acordo com Andrew Morley, presidente e diretor executivo da World Vision Internacional, “por meio deste estudo importante e abrangente, descobrimos que os jovens adultos têm uma mentalidade verdadeiramente global e um desejo genuíno de fazer a diferença”.

“Mas também revela a necessidade de repensar a maneira como nós e as igrejas nos conectamos e mobilizamos os jovens . Ao causar um impacto duradouro sobre esses jovens adultos, causamos um impacto duradouro no mundo”, acrescentou.

Segundo a publicação, este “é o estudo mais exaustivo publicado sobre este assunto […] esperamos ajudar as igrejas e líderes a valorizar as necessidades dos jovens, para alcançá-los”.

“Nós ganhamos percepções únicas sobre o desenvolvimento espiritual hoje e uma lente grande angular sobre as questões e preocupações mais urgentes enfrentadas pela Geração Y e Millennials – coortes que são muito comentados e frequentemente mal compreendidos”, apontou o presidente da Barna, David Kinnaman.

Além disso, ele aponta que “as descobertas ajudarão os líderes cristãos de todas as idades a fazer parceria com as gerações emergentes em todo o mundo para tirar vantagem de seu momento único de ‘conexão'”, sublinhou.

Solidão e Ansiedade

Apesar de 57% dos entrevistados afirmarem que se sentem conectados com o mundo, apenas um em cada três deles se sente cuidado por aqueles ao seu redor. Eles têm muitas dúvidas em relação as decisões sobre o futuro.

“Estamos falando da geração mais conectada da história, que conhece tudo o que acontece no mundo pelas redes sociais, mas se sente sozinha no dia a dia . Eles vivem com ansiedade as decisões sobre seu futuro ”, disse o diretor geral da World Vision Spain, Javier Ruiz, ao site de notícias espanhol Protestante Digital.

Para Nieves Carabaña, chefe do departamento de fé e desenvolvimento da entidade, “a conexão global não substitui a pessoal. O relatório conclui que as pessoas de fé sentem uma forte ligação e, quanto mais forte essa ligação, menor é o sentimento de medo, ansiedade ou solidão ”.

A pesquisa apontou que até 40% se sentem inseguros quanto ao futuro e 37% sentem-se otimistas. Outros 31% enfrentam com ansiedade as decisões importantes de suas vidas.

“É por isso que trabalhar perto deles e construir relacionamentos é fundamental. Se pudermos dar às nossas igrejas uma missão atraente que se conecte com o desejo desses jovens de impactar e melhorar o mundo e, ao mesmo tempo, criar uma comunidade acolhedora, temos várias formas possíveis de trabalhar”, enfatizou Ruiz.

Espiritualidade

As novas gerações também reconhecem a importância da espiritualidade, sendo que mais da metade dos entrevistados consideram que a religião é “boa para as pessoas e a sociedade”. E a maioria dos cristãos que participaram do estudo (73%) consideram ser importante ter alguém para compartilhar sua experiência de fé.

No entanto, apenas 13% acreditam que é necessário passar por um discipulado, além de terem dificuldades em relação ao relacionamento com aqueles que se afastaram da fé por algum motivo, deixando inclusive o contato com essas pessoas.

“O relatório diz que 20% dos jovens crentes sentem falta de se reunir com seus amigos . Isso deve nos fazer pensar que alguns dos que iam à igreja já não frequentam mais e eles não sabem como chegar aos que saem ou saíram”, frisou Carabaña.

Trending