Siga-nos!

mundo

Militares dos EUA citam risco crescente de ação militar chinesa contra Taiwan

Estados Unidos ainda não tomou posição sobre a defesa da ilha contra a China.

Avatar

em

Bandeiras dos Estados Unidos e da China
Bandeiras dos Estados Unidos e da China (Foto: Andy Wong/AP)

Na quarta-feira (7), o ministro das Relações Exteriores de Taiwan avisou a China que a nação-ilha irá se defender “até o último dia” caso seja atacada.

Taiwan teme uma invasão chinesa depois que o regime aumentou imensamente as operações militares no Estreito da ilha, e pode tentar invadir por considerar o governo de Biden fraco, segundo especialistas.

O almirante John Aquilino, comandante da frota da Marinha dos EUA no Pacífico, alertou ao Comitê de Serviços Armados do Senado que a China mantém como maior prioridade estratégica assumir o controle de Taiwan.

“Minha opinião é que esse problema está muito mais próximo de nós do que a maioria pensa e temos que resolver isso com urgência”, disse Aquilino. Apesar de afirmações profissionais de que a China não deseja uma guerra contra os EUA, não se pode afirmar nada.

Faz 42 anos que a China não trava nenhuma guerra, e quando em 1979 lutou contra o Vietnã, foi derrotada segundo alguns especialistas, embora atualmente o país sustenta uma posição dura e roubou tecnologia americana para se fortalecer.

As verdadeiras intenções da China são um mistério, até porque o país não sabe se os EUA vai defender Taiwan ou não, o que poderia salvar a ilha e prevenir uma invasão chinesa seria um acordo formal com o Estado Americano, que ainda não existe.

Nas simulações do Pentágono mostram que os EUA perderia uma guerra com a China para defender Taiwan, sobretudo por suas bases estarem muito longe da ilha, a ambiguidade estratégica no momento de deixar a China sem saber a posição do governo americano pode ser perigosa.

É o que afirma o deputado Steve Chabot (R-OH) sobre o assunto: “E devo dizer que a ambigüidade estratégica em relação a Taiwan e à China é, na minha opinião, absurda e perigosa. Devemos ser muito claros que se a China atacar Taiwan, seremos lá com Taiwan”, reportou a CBN News.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending