Siga-nos!

mundo

Milhares de bruxas se unem para “amarrar” Trump no Halloween

Ato deverá ser realizado em 31 de outubro para tentar impedir reeleição.

Avatar

em

vudu Trump
Boneco de vudu representando Trump (Reprodução/Facebook)

Em um esforço para tentar influenciar nas eleições dos Estados Unidos (EUA), milhares de bruxas decidiram aproveitar dois eventos lunares considerados por elas como “poderosos”, a fim de “amarrar” o atual presidente, Donald Trump, impedindo sua reeleição.

O grupo já havia feito ato semelhante no ano passado, quando Trump enfrentava um inquérito de impeachment levantado pelos democratas na Câmara, mas que acabou sendo arquivado no Senado. Na época, as bruxas tentaram fazer o mesmo “feitiço de amarração” contra o norte-americano.

Através das redes sociais, o grupo tenta tramar vários eventos simultâneo para tentar levantar a maior força possível de ataque espiritual contra o presidente em 31 de outubro, pouco antes da eleição. Para isso, eles vem utilizando as hashtags #BindTrump (amarre Trump) e #MagicResistance (resistência mágica).

Segundo a CBN News, as bruxas têm tentado regularmente lançar feitiços contra Trump desde sua posse em 2017. O grupo teria planejado atos para tentar lançar feitiços até mesmo contra o seu indicado à Suprema Corte, Brett Kavanaugh.

No Facebook, uma das pessoas que administra a página Bind Trump pediu que o ato seja feito também contra o presidente em seu debate final, a fim de dar uma margem de vantagem para Joe Biden. Eles desejam que o presidente dos EUA se confunda e cometa algum erro grave no debate.

Terri Wonder escreveu sobre seu plano estratégico em um post na página: “Trump precisa sair dos trilhos novamente no terceiro e último debate. Isso levará a eleição para casa – e ele no deslizamento de terra em nossa nação e o mundo precisa com tanta urgência. Há alguns estados onde Biden mudou a maré nas pesquisas e uma série de outros onde outro debate bem-sucedido poderia causar outra mudança nas linhas vermelha e azul, balançando as pesquisas estaduais decisivamente a favor de Biden . Pense na Flórida, Geórgia, Carolina do Norte. Vamos trabalhar duro em nossa mágica.”

Orações

Por outro lado, o presidente Donald Trump tem sido coberto de orações de líderes cristãos, travando uma verdadeira batalha espiritual enquanto levantam vários grupos de intercessão, com jejum e oração. O pastor e evangelista Franklin Graham é um dos líderes por trás do movimento de oração e jejum.

Ele tem feito apelos nas redes sociais para que os cristãos participem de um dia de oração e jejum em prol das eleições nos Estados Unidos, que ocorrerá no dia 3 de novembro. Ele também foi o organizador do “Dia de Oração e Arrependimento”.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending