Siga-nos!

Estudos Bíblicos

Cristo é superior a Arão e à ordem levítica

Subsídio para a Escola Bíblica Dominical da Lição 5 do trimestre sobre “A supremacia de Cristo”

Tiago Rosas

em

Arão. (Foto: JW.org)

Primeiro, o assunto de hoje é muito similar ao que será tratado na Lição 7, intitulada “Jesus – Sumo Sacerdote de uma ordem superior”. O estudante não deve estranhar essa repetição de tema, pois o sacerdócio de Cristo é um assunto tratado amplamente na Carta aos Hebreus, desde o final do quarto capítulo até o décimo. Todavia, na Lição 7 investigaremos mais à fundo as distinções entre o sacerdócio de Cristo e o sacerdócio dos levitas. A princípio destaco apenas que o autor da Carta aos Hebreus é o único dentre os autores do Novo Testamento que reivindica o título de sumo sacerdote para Jesus (Hb 2.17; 4.14 – 5.10; 8.1-6).

Segundo, o leitor mais crítico deve ter percebido a quebra de assunto no capítulo quarto da Carta aos Hebreus, onde nos versículos 14 a 16 o autor introduz um assunto diferente daquele que ele estava falando até então (o descanso prometido aos fiéis). Ou seja, parece que o final do capítulo quarto não está bem conectado ao restante do capítulo, embora perfeitamente ligado ao assunto do quinto capítulo.

Deixe-me explicar algo: nos manuscritos originais não existia essa divisão de capítulos e versículos. A divisão moderna da Bíblia em capítulos foi feita somente no século 13, pelo clérigo inglês Stephen Langton; a divisão da Bíblia em versículos foi feita em tempos distintos: primeiro, copistas judeus dividiram o Antigo Testamento em versículos, depois, no século 16, o erudito francês Robert Estienne fez a divisão do Novo Testamento em versículos.

Essa divisão em capítulos e versículos objetivava ajudar o leitor, tanto na localização de passagens, como na memorização e estudo. E de fato, ajuda-nos muito. Entretanto, não é uma divisão perfeita nem também “inspirada” como o texto em si o é. Pontuo isso apenas para dizer que o quinto capítulo de Hebreus deveria, em minha opinião, já começar no versículo 14 do quarto capítulo, visto que ali é introduzido um novo tema neste livro.

Por razões que eu desconheço, o tema ficou, então, desnecessariamente fragmentado. Na verdade, estudiosos da Bíblia sagrada já têm de longas datas percebido esses equívocos na repartição de alguns capítulos e versículos da Bíblia. Vamos ao estudo!

*clique em próxima para continuar lendo…

Casado, bacharel em teologia (Livre), evangelista da igreja Assembleia de Deus em Campina Grande-PB, administrador da página EBD Inteligente no Facebook e autor de dois livros: A Mensagem da cruz: o amor que nos redimiu da ira (2016) e Biblifique-se: formando uma geração da Palavra (2018).

Publicidade