Siga-nos!

evangelismo

Igreja no Alasca ajuda alunos com wi-fi e aulas durante a pandemia

Crianças que não possuem acesso a internet aproveitam rede da igreja.

Michael Caceres

em

Juneau, Alaska
Juneau, Alaska (Kayti Coonjohn/Unsplash)

Uma igreja em Juneau, capital do Alasca, disponibilizou sua rede de wi-fi e uma de suas salas anexas para que alunos de famílias pobres pudessem continuar estudando através de aulas virtuais por conta da pandemia. Embora o distrito escolar e organizações tenham fornecido tablets, muitas das crianças não possuem acesso a internet em suas casas.

Segundo o The Christian Chronicle, a Juneau Church of Christ, uma congregação de 100 membros e que fica a apenas um quarteirão da escola, decidiu ajudar estes alunos. A igreja abriu seu prédio anexo para fornecer Wi-Fi e aulas particulares para os alunos do Vale Glaciar, que devem usar máscaras e manter uma distância social de 1,8 m.

Várias congregações do mesmo ministério também se mobilizaram em outras partes dos Estados Unidos para oferecer este tipo de ajuda. Durante quatro manhãs por semana, seis a 10 crianças conectam-se às aulas via Zoom e participam dos reforços na igreja.

O trabalho é feito de forma voluntária por membros da congregação, que ajudam os alunos com os deveres de casa, além de ensinar sobre artes, artesanato e realizar atividades complementares, como montagem de quebra-cabeças. A igreja também oferece lanches e água potável.

“É uma experiência realmente prática e muitas dessas crianças precisam de ajuda individual”, disse a voluntária Meghan Johnson, membro da igreja cuja filha, Naomi, é uma aluna da quarta série de Glacier Valley.

As atividades iniciam às 8h00, quando os alunos chegam para acompanhar as atividades. Quando as crianças voltam para casa às 11h30, os voluntários “limpam completamente” as mesas, cadeiras e banheiros, disse o diácono Kevin Henderson.

Estudante assiste aula com wi-fi da igreja

Estudante assiste aula com wi-fi da igreja (Reprodução)

O programa de educação foi desenvolvido por membros da igreja juntamente com o conselho da escola. Ainda que seja temporário, os fiéis acreditam que a iniciativa pode ajudar a despertar o interesse das crianças pelas atividades na igreja.

O corpo discente da Glacier Valley é formado principalmente por nativos do Alasca e das ilhas do Pacífico Asiático. Dois membros da igreja já trabalham em tempo integral na escola como professores.

Trending