Siga-nos!

igreja

Batistas do Sul decidem investigar abusos sexuais de pastores

O presidente da Força-Tarefa será o pastor Bruce Frank, que classificou o “momento Kairos”.

em

Pastor Bruce Frank, presidente da Força-Tarefa (Foto: Reprodução/Baptist Press)

Em uma decisão histórica, a Convenção Batista do Sul, nos Estados Unidos, decidiu criar em 14 de junho, durante sua Reunião Anual, uma Força-Tarefa de Abuso Sexual, para investigar as acusações de abusos sexuais cometidos por pastores.

O presidente da Força-Tarefa será o pastor Bruce Frank, que classificou o “momento Kairos” para a Convenção. Ele disse antes da decisão final que os pastores estavam entre “arrependimento genuíno ou ser continuamente passivos”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Hoje vamos escolher entre humildade ou arrogância”, disse ele. “Vamos escolher entre o arrependimento genuíno ou ser continuamente passivos em nossa abordagem ao abuso sexual na Convenção Batista do Sul. Escolheremos entre fazer o melhor para a Glória de Deus e para o bem das pessoas, ou escolheremos, novamente, os negócios como de costume”.

Além disso, será criada uma Força-Tarefa de Implementação da Reforma de Abuso a ser nomeada pelo recém-eleito presidente da Convenção Batista do Sul, Bart Barber, como também um site onde serão compartilhados “informações devidamente verificadas” sobre os ministros.

O site “Ministry Check”, que foi o foco da segunda recomendação, será “estabelecido e mantido por um contratado independente, com a ARITF para supervisionar e informar à Convenção sobre viabilidade, eficácia e custos”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Os nomes listados no site serão pessoas que foram “acusadas com credibilidade”, de acordo com a recomendação.

Uma nota de rodapé da recomendação define aqueles “acusados ​​com credibilidade” como “pastor, trabalhador denominacional ou funcionário ou voluntário de ministério… que confessou abuso sexual em um ambiente não privilegiado, que foi condenado em um tribunal ou que teve uma sentença civil proferida contra eles”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

De acordo com o site Baptist Press, o documento também define que um “terceiro independente comissionado por uma igreja local ou outro corpo batista pode determinar, pela preponderância das evidências após um inquérito, que uma pessoa é acusada com credibilidade”.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending