Siga-nos!

entrevistas

“A ciência e a fé nunca foram rivais”, afirma apologista cristão

Rodrigo Urcino diz que é Deus quem capacita o homem para melhorar cientificamente a qualidade de vida na terra.

Cássia de Oliveira

em

Rodrigo Urcino
Rodrigo Urcino (Foto: Reprodução/Arquivos Pessoais)

O teólogo Rodrigo Urcino tem se tornado um dos apologistas cristãos mais reconhecidos no país, conhecido por responder os questionamentos mais intrigantes da cristã.

Graduado em Filosofia e Teologia, Urcino tem pós-graduação em diversas áreas do saber como Novo Testamento, Pensamento Religioso e Neurociências e Educação.

Rodrigo é coordenador do curso de Teologia da FAESP (Faculdade Evangélica de São Paulo) e pastor auxiliar na Assembleia de Deus Ministério Belém em Guarulhos (SP).

Em entrevista ao Gospel Prime, o pastor Rodrigo Urcino falou sobre apologética cristã, a relação da fé com a ciência e a política, e a importância do estudo teológico.

Leia na íntegra:                                                                                       

Durante a Pandemia da covid-19, muitos se questionaram o porquê que Deus permite o sofrimento. Como a Bíblia responde essa pergunta?

Sem dúvida essa é uma das perguntas mais complexas de toda a história humana, porém, como filósofo, eu a responderia com outra pergunta: por que não sofreríamos? Somos pecadores, herdamos a natureza adâmica, somos maus. Sofrer é algo implícito à vida após a Queda.

A Bíblia Sagrada nos mostra que Deus, sendo um Pai amoroso e bom, quer sempre o nosso bem. Por essa razão, seria interessante refletirmos o seguinte: nós como pais sempre queremos o bem de nossos filhos, mas às vezes, precisamos, por exemplo, levá-los ao posto de saúde para serem vacinados contra as mais terríveis doenças. Na ótica dos filhos é algo ruim, que os fazem chorar e sentir dor, ou seja, sofrer.

Entretanto, nós sabemos perfeitamente que aquele sofrimento é necessário, caso contrário eles poderão sofrer muito mais e por muito mais tempo se não passarem por aquele instante de dor. Isto é, o sofrimento é temporário e garante benefícios incalculáveis àqueles que são submetidos a ele. Portanto, ainda que não entendamos os motivos do nosso sofrimento, isso não significa que não existam, devemos apenas confiar totalmente em Deus, em sua soberania e amor.

A Bíblia diz que Deus criou todas as coisas. Então, como podemos entender a criação do mal? 

Sim. Deus criou todas as coisas boas, pois Ele é criador por excelência e absolutamente bom, o Supremo Bem. Muitos pensadores, teólogos e filósofos, tentaram responder a essa pergunta. Os mais conhecidos são Agostinho de Hipona e Tomás de Aquino. Ambos afirmaram que a origem do mal está no mau uso do livre-arbítrio, não em Deus. O livre-arbítrio é um dom, uma dádiva, porém seu mau uso gera o pecado, o mal moral. Deus criou seres morais com livre escolha (caso contrário seríamos robôs), e com isso tornou o mal possível. Contudo, esses seres livres fizeram da possibilidade uma realidade.

O profeta Isaias escreveu que Deus cria o mal (Is 45.7), e é verdade, mas esse não é o mal moral (pecado), é o mal como calamidade, o mal natural.

O fato de Deus ser completamente bom, justo e amoroso, não permite que Ele seja o autor do mal moral, por outro lado, é exatamente por essas e outras razões que Ele precisa punir o pecado, e esse juízo pode ser efetuado por meio de calamidades naturais como tempestades, pragas, etc.

Alguns cristãos hoje invalidam a ciência, desacreditando nas evidências científicas, argumentando que a ciência conspira contra a fé e contra Deus. Por exemplo, as vacinas serem consideradas como marca do anticristo e uma forma de controle social. De acordo com a cosmovisão cristã, como devemos tratar a questão fé e ciência?

A ciência e a fé nunca foram rivais, muito pelo contrário, elas são aliadas, e digo isso com base na Bíblia e na história. Basta olharmos os principais nomes da ciência, nas mais diversas áreas do conhecimento, e constataremos que os maiores cientistas do mundo eram teístas, isto é, criam em Deus: Nicolau Copérnico, Johannes Kepler,  Isaac Newton, René Descartes, Louis Pasteur, Galileu Galilei, Robert Boyle, Michel Faraday, Gregor Mendel e tantos outros. Só essa pequena lista é o suficiente para provarmos que a ciência não anula a fé, mas a fé faz com que a ciência ganhe mais força, pois a crença num Deus infinito e eterno impulsiona o homem de fé a buscar cada vez mais compreender os mistérios da criação divina.

Portanto, de acordo com a cosmovisão cristã, Deus é quem capacita o homem para criar meios para melhorar, facilitar e beneficiar a vida.  Entre tais descobrimentos científicos podem-se citar as vacinas, remédios, inteligência artificial, internet e muitos outros. Dizer que as vacinas são a marca do anticristo, ou coisa semelhante, é a demonstração mais clara e triste da ignorância bíblico-teológica.

Qual o contexto escatológico deste momento de pandemia em que vivemos?

O contexto de iminência do arrebatamento da igreja. Nunca estivemos tão próximos deste grande Dia. Está muito claro para todos nós que a qualquer instante Jesus irá nos arrebatar aos céus e não digo isso apenas pela pandemia, já há muito temos evidencias suficientes de que estamos nos últimos momentos da história, a expansão da Covid-19 simplesmente manifestou e clareou ainda mais esse fato.

Jesus disse que muitas pestes (doenças, vírus, pandemias) aumentariam terrivelmente antes do fim (Mt 24.7), e é exatamente o que está diante dos nossos olhos, mas isso não é novidade para quem estuda as Escrituras. O mais importante neste contexto é termos uma vida de comunhão com Deus para que quando Jesus vier nos buscar, estejamos o esperando fielmente.

De acordo com a Escatologia Bíblica, o mundo está vivendo os últimos dias?

Sim. Na verdade, segundo as Escrituras, os últimos dias começaram há cerca de dois mil anos. Com o derramamento do Espírito Santo em Atos 2 isso ficou ainda mais evidente, pois o profeta Joel havia profetizado que nos “últimos dias o Senhor derramaria de seu Espírito sobre toda carne”, e isso se cumpriu literalmente no dia de Pentecostes.

De lá para cá, repito, são quase dois mil anos, ou seja, estamos não só nos últimos dias, mas nos últimos minutos.

Segundo a Escatologia Pentecostal a Igreja não passará pela Grande Tribulação. Explique essa interpretação.

Para nós pentecostais, a Bíblia deixa muito claro que o arrebatamento antecederá o período tribulacional em vários textos, principalmente em Daniel 9.24-27, 1 Tessalonicenses 1.10; 4.16,17; 5.4, e Apocalipse 3.10, para não citarmos muitos. Em Apocalipse 3.10, por exemplo, está muito nítido que a igreja será livre da tribulação mundial: “Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra”. Notem, está escrito “da hora” e não “na hora”, ou seja, a igreja será livre “da” e não “na” tribulação.

Misael, Ananias e Azarias foram salvos “na” fornalha, não “da” fornalha, Daniel foi salvo “na” cova dos leões, não “da” cova dos leões, mas a igreja será salva “da” tribulação, não “na” tribulação como dizem alguns que distorcendo o texto supracitado.

Alguns adeptos da teologia liberal sugeriram que Bíblia deveria ser atualizada para adaptar algumas questões morais ao tempo atual. Quais as evidências da veracidade e da atualidade da Bíblia?

Em primeiro lugar, a teologia liberal é um dos maiores desserviços que o homem já pode produzir. Ela é fria, cruel, maligna, vazia, incrédula, racionalista, vã e tola.

A Bíblia é a Palavra de Deus e ,como tal, não precisa ser atualizada, apenas interpretada, pregada e vivida como ela é.

Mas a soberba humana faz que alguns pseudo-teólogos se achem tão inteligentes quanto Deus, e no afã de demostrarem sua capacidade intelectual e conquistar mais admiradores, acabam distorcendo doutrinas fundamentais da fé cristã. Só se atualiza aquilo que ficou obsoleto, ultrapassado, antiquado, e a Palavra de Deus jamais será qualquer um desses adjetivos.

Existe uma orientação bíblica sobre qual sistema político e ideologia política o cristão deve adotar?

Por conta da enorme polarização que o mundo vive atualmente, esse se tornou um assunto polêmico, entretanto, se pusermos em prática as recomendações bíblicas sobre o tema, não teremos dificuldades nesse sentido, mesmo porque muitos servos de Deus do período bíblico foram fiéis a Deus servindo a sociedade por meio de cargos e funções politicas, como José, Davi, Daniel, Ester, Madorqueu e tantos outros.

Porém, não podemos nos esquecer de que qualquer sistema politico ou ideológico, que seja diametralmente oposto aos ensinos da Palavra de Deus em suas doutrinas, deve ser totalmente rejeitado, seja ele de direita ou de esquerda, porque “mais importa obedecer a Deus do que aos homens”.

Como a filosofia conversa com a fé cristã?

Ao contrário do que muitos pensam, Filosofia não é coisa de ateu, aliás, na história da filosofia a maioria dos grandes filósofos foram teístas. Muitos destes contribuíram positivamente em muitas áreas do conhecimento, como Agostinho, Aquino, Guilherme de Ockham, Erasmo de Roterdã, Calvino, Armínio, Lutero, Pascal, Descartes, C. S. Lewis, Kant, Kierkegaard e muitos outros.

A essência da filosofia é a busca pela verdade e Cristo é a verdade, portanto a boa filosofia leva o homem a se encontrar com Deus e não o contrário. Jesus é a resposta para todas a principais perguntas da filosofia, Ele é o Logos (a razão de todas as coisas), a Arkhê (o princípio de tudo) e a Alethéia (a Verdade).

Por que estudar apologética é importante para o cristão?

O estudo da apologética cristã é de suma importância para todo o cristão, ainda que a maioria não tenha consciência disso, porque ela nos leva a buscar e encontrar respostas para as principais perguntas em relação à nossa fé.

Segundo o doutor William Lane Craig, um dos maiores nomes da apologética cristã da atualidade, a apologética tem no mínimo três grandes propósitos: influenciar a cultura, fortalecer os que creem e ganhar os incrédulos.

O senhor é professor do projeto Teologizando da FAESP, um curso de teologia para jovens. Por muito tempo, se pensou que a juventude não teria capacidade nem interesse em estudar teologia. Como você enxerga esse cenário hoje? 

Sinto-me imensamente agradecido ao Senhor por fazer parte de um projeto tão especial como este. O Teologizando da FAESP, a faculdade das assembleias de Deus do ministério do Belém, é um curso avançado de teologia on-line, idealizado pelo presidente do CNJ- Conselho Nacional da Juventude (órgão oficial da CGADB), Pr. Dr. José Wellington Neto.

São 12 disciplinas, dentre as quais tive a honra de lecionar duas, Apologética Cristã (Defesa da Fé) e Ética Cristã. No lançamento foram sorteadas e concedidas cerca de 500 bolsas integrais de estudos para jovens de todos os estados do Brasil, que não possuíam condições financeiras e por residirem em regiões que não oferecem cursos de teologia, algo que vejo como um grande trabalho social também.

Hoje, graças a Deus, os jovens estão muito mais interessados em estudar teologia como ferramenta de preparação ministerial, espiritual e intelectual. Esse crescimento pela procura de cursos de teologia entre os jovens se dá, dentre tantos motivos, por conta das excelentes lições da nossa EBD e também por pregações de excelentes teólogos na internet.

Isso tem incentivado a juventude na busca por mais conhecimento da Palavra de Deus por intermédio de livros teológicos, pastores e pregadores, servos do Senhor que dedicam suas vidas ao ensino da Bíblia Sagrada. Fico muito feliz vendo tudo isso acontecendo.

Para mim, são respostas de orações de muitos que, assim como eu, não aceitam uma igreja ignorante em relação ao conhecimento da Palavra.

Não podemos nos acomodar, é dever de todo cristão “crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor e salvador Jesus Cristo”.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Jornalista formada pela UFRGS. Repórter da AD Guaíba, colunista do Blog Nam.orei e colaboradora do Blog Ultimato Jovem. Anunciando boas novas.

Trending