Siga-nos!

escatologia

Quem é o Anticristo?

Estudo bíblico sobre a origem, natureza, missão e destruição do “homem do pecado”.

Tiago Rosas

em

Anticristo da Record TV. (Foto: Reprodução / Record TV)

A missão do homem do pecado

Opor-se a Deus

Nas visões do profeta Daniel (7.8), o homem do pecado é simbolizado por um “pequeno chifre” (chifre no Antigo Testamento tinha conotação de força ou poder). Ele falará coisas arrogantes contra Deus, blasfemando contra o Altíssimo (Dn 7.25). Inspirado por Satanás, ele estabelecerá seu domínio com base no engano e na mentira (Dn 11.21).

Opor-se a Israel

Visto que Deus tem um plano especial para Israel, a nação eleita, durante o período tribulacional (o “tempo de angústia para Jacó” – Jr 30.7), satanás intentará de todas as formas impedir a execução desse plano. Através do homem do pecado, o inimigo virará seus canhões para atingir e destruir Israel, ainda que a princípio, com a mentira que lhe será peculiar, faça um acordo de paz com os judeus (Dn 9.27).

Ainda que o homem do pecado tenha êxito contra muitos santos do Senhor (Dn 7.25; Ap 13.7), outros muitos serão preservados por Deus, e viverão um grande avivamento espiritual que se espalhará entre os judeus, para uma conversão em massa que culminará com o retorno de Cristo. “E todo Israel será salvo”, diz a promessa de Deus (Rm 11.25,26).

O ódio contra os descendentes de Jacó vem desde os tempos dos faraós do Egito, que passaram a oprimir o povo do Senhor; por toda a história satanás fomentou o ódio no coração de reis, imperadores e ditadores mundiais, além de povos inimigos, para impor destruição ao “bichinho de Jacó”. Porém, o grande Guarda de Israel não tem permitido ao diabo levar a cabo seus intentos, ainda que tenha permitido terríveis atrocidades (como o holocausto promovido por Adolf Hitler), ele tem preservado Israel dentro da fornalha aquecida sete vezes mais. E assim será também no período tribulacional.

Opor-se a Jesus Cristo

Tudo o que o homem do pecado fará será para desfazer a importância e as obras de Jesus Cristo. Por isso, João já alertava contra os falsos mestres que desde o primeiro século já negavam doutrinas fundamentais do cristianismo como a encarnação do Filho de Deus ou os que negavam que Jesus era o Cristo prometido, isto é, o Messias. João afirma que os tais eram anticristos (1Jo 2.22; 2Jo 1.7).

Enquanto a Bíblia nos apresenta Jesus como “o Justo” (1Jo 2.1), o anticristo é apresentado como “o iníquo” (2Ts 2.8). Veja como o “homem do pecado” (2Ts 2.3) é oposto ao “Santo de Deus” (Mc 1.24). Enquanto Jesus é “Filho de Deus” (1Jo 4.15), o homem do pecado é “filho da perdição” (2Ts 2.3). Ed Hindson apresenta-nos outros contrastes [3]:

Cristo

Anticristo

A verdade A mentira
O Santo O iníquo
Homem de dores Homem de pecados
Filho de Deus Filho de satanás
Mistério de Deus Mistério da iniquidade
Bom pastor Pastor inútil
Exaltado nas alturas Lançado no inferno
Humilha-se a si mesmo Exalta-se a si mesmo
Desprezado Admirado
Purifica o templo Profana o templo
Deu a vida pelas pessoas Mata as pessoas
O Cordeiro A besta

Ressaltamos ainda que o espírito de ódio a Jesus Cristo vem desde os dias de Herodes, o Grande, que ordenou a morte aos pequeninos tentando atingir o menino Jesus (Mt 2.13,16). Jesus mesmo afirmou que o mundo o odiava e odiaria também os seus discípulos (Jo 15.18,19). Esse ódio se intensificará terrivelmente sob o comando do homem do pecado.

Opor-se à Igreja

Ainda que por uma perspectiva pré-tribulacionista entendamos que a Igreja já não mais estará na terra para sofrer o governo cruel do anticristo, duas coisas devem ser percebidas: primeiro, que o espírito do anticristo já em ação no mundo, move não poucos recursos contra a Igreja, para impedi-la de cumprir sua missão, enfraquecer o seu testemunho público, embaraça-la com “doutrinas de demônios” e envergonhá-la com muitos escândalos morais de seus líderes ou membros; segundo, que após o grande rapto da Igreja, o anticristo não poupará esforços para desfazer a sua mensagem e blasfemar contra as muitas obras que ela legou ao mundo, inclusive os fundamentos dos direitos humanos universais, que o anticristo irá tolir.

Use ← → (setas) para ler mais

Casado, bacharel em teologia (Livre), evangelista da igreja Assembleia de Deus em Campina Grande-PB, administrador da página EBD Inteligente no Facebook e autor de quatro livros.

Trending