Siga-nos!

igreja perseguida

Pastor palestino é libertado após ser preso por se encontrar com líder judeu

Palestinos recriminam organização por receber visita de líder judeu.

em

Pastor Johnny Shahwan (Foto: Reprodução/Twitter)

Autoridades palestinas libertaram na segunda-feira o pastor evangélico Johnny Shahwan, que passou 40 dias na prisão por se encontrar com um ex-membro do parlamento de Israel. O pastor dirige um ministério chamado Beit al Liqa, que serve às famílias locais através de programas baseados na fé.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Segundo a CBN News, a polícia palestina fechou Beit al Liqa e prendeu Shahwan após relatos de que o político e rabino israelense, Yehudah Glick, havia visitado o ministério. Palestinos chamaram Glick de “extremista” e acusaram a organização de trair o povo palestino.

Shahwan foi acusado de “minar os sentimentos nacionais dos palestinos, provocar conflitos sectários e insultar o prestígio do Estado”. Se condenado, ele teria enfrentado pena de prisão e trabalho severo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A família e os partidários de Shahwan pediram sua liberdade por semanas, e a questão foi abordada com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, que autorizou a libertação de Shahwan.

Apesar da atual liberdade de Shahwan, as autoridades palestinas estão preocupadas que ele ainda enfrente o perigo dos extremistas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending