Siga-nos!

Opinião

O significado deste dia para nós mamães

Não espere o melhor presente, você já o tem!

Samara de Gregório

em

Mãe e filha. (Photo by Jon Flobrant on Unsplash)

Sou mãe de uma menininha de 3 aninhos, estou grávida de 9 meses de outra, sou filha e tenho uma mãe participativa e dedicada.

A semana das mães é um momento onde os filhos se apresassem na procura de um presente ou uma homenagem significativa que expresse toda a gratidão e amor pelas suas mamães.

Isso é maravilhoso sim, mas reflito sobre o significado desse dia para nós, as mamães. É claro que essa corrida pelo melhor presente, o mais bonito, ou que mais representa o carinho do filho pela mãe é influenciada pela mídia e por nossas redes de consumos, que aproveitam esses momentos para vender e lucrar.

Não estou desmerecendo também o presentinho sou mãe e amo essa demonstração de amor. Contudo me pego pensando, será que muitas mamães esperam dos seus filhos algo que na verdade eles nunca serão capazes de dar?

Depois que me tornei mãe, passei a observar muito mais as mamães em seus relacionamentos com seus filhos. Existe mães que esperam de uma criança a sensibilidade e empatia de um adulto, esperam que seus filhos a entendam a reconheçam e amem em toda sua plenitude, ame seus defeitos e entenda suas falhas e erros. Assim como elas em seu papel de mãe ama incondicionalmente o filho.

Na verdade, isso é impossível. O amor de um filho para uma mãe não é igual a de uma mãe por um filho. Se todas as mães entendessem isso a relação entre mãe e filho se tornaria mais leve, mais saudável. Mas a verdade é que somos seres humanos com muitos conflitos e muitas mamães se perdem nessa entrega incondicional esperando uma recompensa ou um reconhecimento que jamais terão.

Mãe se doa, ama, cuida, esquece de si, se deixa de lado, se deixa para depois, não dorme, as vezes não come, não se cuida, passa os dias preocupada e pensa sempre nos filhos, independentemente da idade deles. E os filhos? Eles são filhos, crescem, saudáveis ou não, se tornam aquilo que foram plantados e regados para se tornar a cada dia. Eles são resultado dessa doação, eles são resultados de você mamãe, quer seja bom ou não, essa criança/adolescente ou jovem/adulto foi você que criou.

Preste atenção na palavra criação. Você está criando algo, e isso é único, é uma dádiva. Deus lhe dar um ser humano para que você o crie? Nossa isso me soa muito forte, sinto uma responsabilidade enorme nessa tarefa.

Não querendo me alongar muito, e tentando resumir os milhares de pensamentos que passam pela minha mente enquanto tento escrever sobre esse tema, meu maior desejo e objetivo era fazer você refletir um pouquinho sobre seu papel de ser mãe, seu amor sua doação e suas carências também, talvez você não teve uma mãe, mas você se tornou uma.

Que você possa nessa semana se sentir completa e amada, sentir e entender o verdadeiro significado de ser mãe. Seu filho te ama, mesmo estando longe e precisa de você. Sempre precisamos de nossas mães, já li em muitos artigos que por pior que seja uma mãe, ela é a mãe e esse lugar é insubstituível.

O amor de uma mãe, esse relacionamento faz falta na psique de um sujeito. Na formação desse ser você é fundamental, um fundamento que ajudará a segurar toda a estrutura mental de um ser humano.

É muito complexa, profunda e importante essa relação, e sim é um amor único, incondicional.

Não espere o melhor presente, você já o tem, criar um ser humano é um presente, seu filho é o presente que você está preparando, só que não só para você, para ele mesmo, para a sociedade e para o mundo.

Continue lendo