Siga-nos!

entrevistas

“Nós enxergamos a pandemia como uma grande oportunidade”

Pastor em pequena cidade do Rio Grande do Sul viu oportunidade na crise.

em

Pastor Edson e esposa durante ministração
Pastor Edson e esposa durante ministração (Foto: Reprodução/Arquivos Pessoais)

Casado há 11 anos com Cíntia Stürmer, o jovem pastor Edson Stürmer, de 33 anos, viu a igreja que lidera crescer durante a crise causada pelo coronavírus.

A Igreja Aviva, na pequena cidade de Panambi, Rio Grade do Sul, viu o número de membros aumentar enquanto a crise esvaziava templos em todo o mundo.

Com 8 anos de ministério, o pastor afirma que a crise foi vista como uma oportunidade pelos fiéis de sua igreja, que se empenharam em oferecer ajuda para a população da cidade.

“Nós enxergamos a pandemia como uma grande oportunidade”, disse o pastor em entrevista ao Gospel Prime.

Leia a entrevista na íntegra:

Quando sentiu o chamado para o ministério pastoral?

Eu nasci na cidade de Panambi, Rio Grande do Sul, no dia 15 de fevereiro de 1988.  Conheci a Jesus em um acampamento de jovens e me entreguei a Ele quando tinha 17 anos de idade, sendo batizado nas águas no dia 17 de dezembro de 2006, onde após isso fui totalmente abençoado, transformado e avivado pela presença de Deus até os dias de hoje!

Logo no meu primeiro ano de conversão, eu tive várias experiências sobrenaturais com a presença de Deus através de visões, sonhos e aprendi a ter  intimidade com a voz divina! Pela graça dEle e pelo poder dEle, pude levar inúmeras pessoas para Jesus através de um evangelismo de fogo, pregações impactantes e confrontadoras! Orei por enfermos que eram curados, expulsei demônios e já pastoreava e liderava aqueles que Deus colocava em minha vida, sempre com o objetivo de fazer o que Jesus mandou que era discípulos pro seu Reino!

Uma das maiores experiências que tive com Deus foi quando estava em meu quarto orando e pude ver a própria face de Jesus que me olhava sorrindo e com chamas de fogo em seus olhos! Essa experiência mudou a minha vida para sempre fazendo com que nada mais fosse tão importante em minha vida que a presença e a palavra de Deus e nesse momento tive o chamado para ser pastor e focar todo meu ministério no fogo de avivamento que transforma as pessoas através da presença e da palavra de Deus!

Quais os maiores desafios para o ministério?

O maior desafio para o ministério hoje e acredito que de todas as denominações evangélicas é continuar mantendo os princípios e valores do Evangelho genuíno com coragem e ousadia, mesmo que sejamos perseguidos, ameaçados ou ainda mortos por isso!

Em um mundo de tantas ideologias e grupos contrários à nossa , estar preparado e sempre se manter assim é algo obrigatório! O mundo cada vez se moderniza mais e exige mais adaptação da Igreja para comunicar o evangelho pra linguagem das pessoas de hoje e devemos nos adaptar aos novos formatos de ser e fazer igreja, mas jamais nos conformar com esse presente século deixando os princípios bíblicos e valores de lado! Devemos sempre nos manter na pura e sã doutrina, mesmo que o mundo mude e os formatos na comunicação do evangelho também mude!

Como sentiu o chamado para plantar a Igreja Aviva?

Eu casei com minha esposa Cintia Stürmer no ano de 2010, no dia 17 de julho, e no dia 26 de julho de 2013 me formei em Teologia na Faculdade Teológica Betânia, em Curitiba, onde morei 7 anos, sendo no mesmo ano consagrado ao pastorado juntamente com minha esposa. Anos mais tarde me pós graduei em liderança na Faculdade Teológica Sul Americana, em Londrina.

Em 2016, retornei para minha cidade natal, Panambi, onde plantei a Igreja com Propósitos, que mais tarde veio a se chamar Aviva Panambi, uma Igreja Com Propósitos, para expressar assim a unção e identidade de avivamento que havia recebido logo no primeiro ano de minha conversão! Começamos nossa igreja no porão de nossa casa com 8 pessoas, chegando em poucas semanas a ter mais de 40 pessoas e lotar totalmente esse pequeno espaço!

Nos primeiros dias de plantação realizei um ato profético de conquista com a bandeira de Jesus por todos os bairros de Panambi para que o Reino de Deus se manifestasse em toda a cidade!

Devido ao crescimento rápido e a paixão de todos os membros da nova igreja  por Jesus e por mais vidas sendo ganhas pro Reino, alugamos um galpão em um sítio dentro da cidade, onde em questão de pouco tempo alcançou mais de 150 pessoas lotando o segundo espaço!

Mais tarde finalmente nos mudamos como Igreja Aviva para o centro da cidade, onde alcançamos mais de 300 membros e pela graça de Deus já possuímos 4 igrejas filiadas nas cidades de Condor, Ijuí, Santa Bárbara do Sul e Cristal do Sul.

Hoje estamos em um novo espaço ainda mais amplo e com possibilidade para mais expansão, conforto e avanço de nossa Igreja na cidade!

Pastor Edson, esposa e filhos

Pastor Edson, esposa e filhos (Foto: Reprodução/Arquivos Pessoais)

Qual o propósito da Aviva?

Nosso propósito como Igreja Aviva é acender e manter aceso nas pessoas o fogo de amor por Jesus Cristo, sua Igreja e seu Reino! Acendemos esse amor através do evangelismo, para que os não crentes queimarem de amor por Jesus e se entregarem a Ele! Mantemos aceso esse amor por Jesus através de uma caminhada de discipulado, pois sabemos que um novo convertido precisa de um pastoreio presente até o momento que possa caminhar com suas próprias pernas na fé.

Sempre falamos que como Igreja somos apenas um trampolim para lançar os membros para mais perto de Deus e ensinamos que Jesus nos amou tanto e desejou tanto um relacionamento conosco que aceitou morrer em uma cruz e ressuscitou ao terceiro dia, portanto nossa resposta a essa salvação e esse amor é viver por Ele e estar pronto pra morrer por Ele, colocando Ele acima de tudo e acima de todos em nossa vida!

Ensinamos também que a Igreja é a noiva de Cristo e se eu amo o noivo Jesus eu sou obrigado a amar a noiva, pois nenhum noivo gostaria de saber que um de seus amigos gosta apenas dEle mas odeie sua noiva! Em um tempo onde tantas pessoas odeiam pastores e igrejas, e ainda dizem que Deus elas amam igual, fazemos questão de ensinar que o termômetro de nosso amor por Deus é o nosso amor por nossos pastores e por nossa igreja local e toda a Igreja de Cristo na terra.

Sempre ensinamos que devemos adorar somente a Jesus, pois a igreja não é perfeita e não salva, mas ela é a noiva de Cristo e por isso devemos celebrá-la e amá-la com todas as nossas forças, pois a igreja somos nós! Também ensinamos e potencializamos os nossos membros a descobrirem seus dons espirituais e suas aptidões e habilidades para que saibam qual seu chamado individual de vida e possam contribuir com o chamado coletivo que é avivar o planeta! Todos nós temos inclinações e paixões para fazer algo pra Deus e todos nós temos algum tipo de descontentamento com alguma coisa nessa humanidade que Deus nos chama para resolver e sermos a resposta! Isso é deixar o Rei Jesus nos guiar e estabelecer o seu Reino através de nós!

De que forma a pandemia afetou os trabalhos na igreja?

Depende como cada igreja reagiu e está reagindo a essa pandemia! No nosso caso, nós enxergamos a pandemia como uma grande oportunidade de manter os princípios bíblicos de comunhão, discipulado e evangelismo de modo adaptável ao momento que o mundo inteiro estava e ainda está vivendo!

Logo no início da pandemia, potencializamos ainda mais as nossas redes sociais e aumentamos o número de celebrações em nosso templo para alcançar todos os irmãos de modo a respeitar as normas de saúde e o número limitado exigido por decretos! O uso de máscaras, distanciamento de cadeiras e número limitado entre as celebrações fez com que a igreja de Cristo em modo geral tivesse que se reinventar, mas sempre mantendo a fidelidade na adoração a Deus e na comunhão entre os irmãos, que é o que de fato mantém e fortalece uma Igreja!

Surgiram muitas necessidades financeiras, espirituais e emocionais na cidade?

Sim! Com certeza! A pandemia trouxe sobre o mundo todo um abalo e um choque de realidade em todas as cidades e todos os grupos que estão nela e com a igreja de Cristo na terra não foi diferente.

No nosso caso, seguimos nos reunindo seguindo todas as normas de saúde e continuamos mantendo a fidelidade a Deus através dos dízimos e ofertas, pois logo no início da pandemia disse a todos que essa hora difícil era a principal hora de mostrarmos como igreja o quanto éramos fiéis a Ele e assim aconteceu.

Mantemos todas as nossas despesas e investimentos em dia e pude ver inclusive vários empresários de nossa igreja prosperarem o dobro nesse tempo pandêmico. A necessidade espiritual surgiu principalmente quando os decretos ordenavam que deveria evitar contato e aglomerações e imediatamente realizamos mais celebrações para podermos suprir esse desejo de comunhão entre os irmãos sem desrespeitar o número exigido por decretos.

É impressionante o poder da comunhão cristã na espiritualidade e o quanto devemos batalhar para mantê-la! Foi o que fizemos aqui e o que nos fortaleceu, pois sempre falamos em nossa igreja que quando se tira uma brasa do braseiro, se tal brasa não voltar a tempo, irá se apagar, por isso a comunhão pessoal e não virtual apenas é de extrema importância.

Claro que, irmãos e irmãs que pertenciam aos grupos de risco, nós recomendávamos pra que assistissem as celebrações modo live até que pudessem retornar mais tranquilos em nosso meio. As necessidades emocionais foram muitas, pois de um modo geral, todas as pessoas da cidade entraram em preocupações extremas com o futuro, com a garantia ou não de manter seu emprego e salário, com o cuidado para não pegar ou passar o vírus, gerando ansiedades, estresses, medos e pavores.

Sempre mantive meus atendimentos pastorais normalmente, desde o inicio da pandemia atendendo a todos que passavam por essas lutas emocionais pois sempre disse que nós pastores também somos da linha de frente e deveríamos nos colocar em risco para pastorear a todo esse povo carente de atenção, de ânimo e de encorajamento e assim fizemos.

Também trabalhamos muito como igreja nesse tempo pandêmico com nosso ministério social Aviva Comunidade, onde desde o início da pandemia toda semana doamos comidas e roupas pra pessoas de toda a cidade, em especial as que perderam seus empregos e sua renda e assim estamos ajudando até hoje, semana após semana, famílias e mais famílias, sejam elas crentes de nossa igreja, crentes de outras igrejas, desviados e não crentes! Essa ação trouxe muitas pessoas aos pés de Jesus e a participação em nossa igreja!

Estava preparado para enfrentar esse período?

Por mais novo que possa ser esse momento que estamos vivendo como igreja, sempre me preparei e preparei os membros de nossa igreja Aviva para viverem por Cristo, sofrerem por Ele e se necessário for morrer por Ele também!

Para cada luta, batalha ou guerra, Deus oferece um tipo de estratégia e nesse tempo de covid a Igreja tem seguido todas as normas de proteção e prevenção, sem deixar de lado seus princípios bíblicos de pregação, pastoreio, evangelismo e ação social!

A Igreja de Cristo nesse tempo pandêmico está sabendo lidar de modo ainda mais aprofundado a famosa passagem de Eclesiastes 3-4 ao 5, que diz: “Há tempo de ficar triste e tempo de se alegrar; tempo de chorar e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras e tempo de juntá-las; tempo de abraçar e tempo de afastar.”

A Igreja é o corpo de Cristo na terra e ela sempre continuará exercendo de sua fé, amor e influência sobre a humanidade independente do momento que o planeta esteja vivendo! A essência do evangelho e seus ensinos devem ser sempre ser priorizados, mesmo que a forma de anunciá-lo possa mudar com as adaptações sanitárias e protocolares que tempos de pandemia exigem!

Pandemias já ocorreram em outros momentos da história humana e a própria Bíblia já anunciou que tais eventos aconteceriam, portanto, mesmo que tal situação tenha sido algo novo pra nossa geração, aqueles que estavam firmes com Deus e sua palavra não se surpreenderam pois foram avisados pela Bíblia que tais coisas iriam acontecer na terra, ainda mais agora que o tempo do fim se aproxima e a possibilidade de outras ocorrências a modo global acontecerem!

Como trabalha essa cultura de entrega entre os membros da Aviva?

Toda segunda-feira temos nossa oração na igreja que chamamos de céus abertos. Ali oramos uns pelos outros, louvamos a Deus e somos encorajados com uma palavra pra iniciar bem a semana. Ensinamos sobre a necessidade de cada membro ter uma vida devocional diária através da leitura da palavra e oração individual e sempre afirmamos que se torna obrigatório para quem quer crescer mais em Cristo, falar de Cristo para as pessoas e estar sempre participando das celebrações e atividades da igreja, pois a busca a Deus que nos mantém firmes com Ele e nós ficar cada vez mais entregue a sua presença é a busca individual e também coletiva! Sempre os lembro que igreja não sou eu, eu sou apenas um membro da igreja; igreja somos nós, dois, três, 50, 100, 500 ou mais reunidos em nome dele. Digo sempre que Deus se revela 50 por cento em nossa busca individual, mas os outros 50 por cento Ele só se revela quando estamos reunidos como Igreja.

O que fez para manter o contato com os fiéis?

Em cada estado e município é uma realidade! No nosso município de Panambi as celebrações das igrejas seguiram normalmente, porém, com um número limitado com distanciamento entre cadeiras, uso do álcool gel e máscaras! O contato seguiu de modo pessoal nesses encontros e também através das redes sociais e telefonemas!

Não houve queda na frequência dos membros?

A modo presencial sim, devido aos irmãos que pertenciam ao grupo de risco e outros que por motivos pessoais ou profissionais seguiam nos assistindo por lives! Entretanto sempre seguíamos mantendo contato, tanto com aqueles que podiam vir a modo presencial como quem não podia! Pra glória de Deus todos mantiveram-se unidos e conforme tudo vai se normalizando no mundo pós pandemia, todos aqueles que já estão presencialmente como aqueles que estão assistindo em casa irão se ver novamente pra glória de Deus.

Na sua visão, qual a maneira mais eficiente para a Igreja influenciar a sociedade?

A maneira mais eficiente da Igreja influenciar a sociedade é com os pastores e líderes fazendo um excelente trabalho com os membros da comunidade para que eles tenham uma espiritualidade sadia através de intimidade com Deus na prática de disciplinas espirituais como oração, leitura e estudo da Bíblia, jejum, etc.

Outra maneira é um excelente trabalho pastoral com as famílias da igreja, levando os homens a serem pais presentes, maridos fiéis e sacerdotes no lar, as mulheres serem mães presentes, esposas fiéis e auxiliadoras, bem como os filhos serem obedientes e honrados com seus pais!

Outro trabalho importante é levar os membros a amarem a Igreja Local, se comprometendo com ela na participação das celebrações, pequenos grupos e outras atividades ali realizadas, como também serem dizimistas, ofertantes e investidores fiéis para a manutenção e provisão das necessidades e projetos ministeriais!

Uma sociedade sempre será transformada e impactada por uma Igreja que possui membros que amam a Deus, possui o amor a família e o cuidado dela como base e o amor a Igreja local como sua segunda família e segunda casa! Quando as pessoas da cidade percebem que em tal comunidade de fé existe amor a Deus e amor uns pelos outros verdadeiramente, acontece o que o próprio Jesus disse em João 17:21 quando orou: “Que eles sejam um, para que o mundo creia que tu me enviaste”.

A partir do momento que a Igreja está fazendo seu papel dentro de casa, ela terá toda a autoridade para evangelizar lá fora com todo tipo de projeto evangelístico e ação social, pois, antes de darmos frutos lá fora, temos que dar frutos dentro de nossa igreja local. Antes de amarmos os não crentes, temos que amar nossos irmãos cristãos! O sucesso de uma Igreja na cidade sempre será de dentro pra fora! É como disse um dia John Wesley: “Eu me coloco em chamas, e o povo vem para me ver queimar”.

Temos como lema o avivamento, que é todos queimarmos de amor por Jesus e amor uns pelos outros! Certamente quando estamos com esse fogo aceso em nós, esse fogo de amor por Jesus se alastra para todo o resto da sociedade em que vivemos!

Sua igreja tem experimentado este avivamento? De que forma?

Sim! Temos toda semana alcançado mais vidas para Jesus, reconciliando cristãos que estavam desviados e fortalecendo e avivando cristãos que estavam mornos ou frios espiritualmente! Nossas orações nas segundas são fervorosas e impactantes, nossos domingos temos celebrações a Deus com louvores que atraem a presença e palavra pregada que leva a todos a se posicionarem para não só ouvirem, mas viverem tal palavra! Temos trabalhos com crianças no aviva kids, com adolescentes no ministério plugue e com jovens no ministério Vibe onde durante a semana, além de termos celebrações pra essas faixas etárias, também temos atendimentos pastorais, treinamentos com nossas classes e escolas e pequenos grupos nas casas onde cada membro tem um líder que o cuida e pastoreia! Somos felizes! Amamos a Deus! Amamos ser igreja e estar na igreja! Amamos evangelizar e ver que toda semana temos pessoas novas nos visitando onde muitas são salvas logo na primeira vez que participa conosco.

Quais os líderes evangélicos que mais lhe inspiram?

Os líderes evangélicos que mais admiro são Rick Warren, Franklin Graham, Joel Osteen, Brian Houston, Silas Malafaia, Coty, Márcio Valadão, Loren Cunningham, entre vários outros, mas esses são os principais!

Por que estes líderes tornaram-se uma inspiração?

Porque são modelos pra mim de cristãos que vivem o evangelho de Cristo de modo completo! São líderes que nitidamente amam a Deus, amam sua Igreja e inspiram pessoas com sua vida, ministério e paixão. São pastores que possuem frutos visíveis e estão dispostos a morrer por Cristo para manter os princípios da palavra de Deus. Os admiro e sou grato pela vida de cada um deles, pois em um mundo que está cada vez se abrindo mais pra ideologias carnais e anticristãs, nos posicionar com coragem, fé e força é o que Deus espera de todos nós.

Quais os seus projetos para o futuro da igreja Aviva?

Nossos projetos futuros pra nossa Igreja Aviva aqui na cidade é modernizar nosso espaço e deixar ele cada vez mais convidativo e estratégico para receber a todos os membros e aqueles que nos visitam. Queremos construir uma escola baseada totalmente nos princípios bíblicos para poder influenciar ainda mais nossa cidade através da educação e construir um ginásio de esportes para alcançarmos mais vidas para Jesus através de todo tipo de modalidade esportiva para que alcancemos vários estilos diferentes de pessoas.

Temos um objetivo de plantar igrejas em todas as capitais do Brasil e do mundo e por isso temos orado, discipulado e treinado pessoas para no momento certo serem enviadas e realizarem essas plantações. Estamos potencializando cada vez mais nossas redes sociais e assim podermos alcançar e impactar mais pessoas com o evangelho. Tenho músicas próprias que já estou avançando na preparação e logo logo iremos lançar esses louvores pra glória de Deus. Estamos preparando cursos para ministrarmos nas plataformas da internet e já está pronto mais 3 livros que logo já estarmos disponibilizando pra todos. Esses são alguns de nossos projetos que temos orado e trabalhado para que se concretize e abençoe ainda mais as pessoas de nossa cidade.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending