Siga-nos!

justiça

Justiça do Trabalho nega vínculo empregatício entre músico e igreja

Músico tentava reconhecimento de vínculo empregatício após ter atuado como voluntário.

em

Músico cantando na igreja
Músico cantando na igreja (Foto: Reprodução/Unsplash)

A 3ª Turma do TRT de Goiás não reconheceu o vínculo empregatício alegado entre um músico e uma igreja evangélica do município de Anápolis (GO).

De acordo com o TRT18, os desembargadores consideraram que as atividades de assistência espiritual e social desempenhadas por religiosos em prol da comunidade não geral vínculo de emprego.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O músico alegava que havia vínculo empregatício com a instituição, já que atuou entre os anos de 2010 a 2020, pedindo também anotação na Carteira de Trabalho e indenização por danos morais pelo não registro do contrato.

Além disso, o músico alegou que residia nos Estados Unidos e voltou ao Brasil para assumir o cargo de músico e responsável pelo departamento de louvor da igreja.

No entanto, a congregação negou o vínculo empregatício, afirmando que havia vínculo de natureza vocacional e a subordinação de caráter eclesiástico.

Além disso, argumentou que o trabalho era voluntário com pagamento de uma ajuda de custo e que o músico se desligou espontaneamente da igreja.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O relator do processo, juiz César Silveira, entendeu não haver razão para reforma da sentença da 4ª Vara do Trabalho de Anápolis e adotou em seu voto os mesmos fundamentos do juiz de primeiro grau.

“O entendimento é que os vínculos de natureza voluntária baseiam-se na solidariedade humana e o serviço religioso baseia-se na fé das pessoas”, destacou.

A decisão considerou que o músico não apresentou provas de que fora trazido dos Estados Unidos pelo pastor da igreja para assumir a responsabilidade pelo ministério de louvor.

Além disso, o músico declarou em seu depoimento que deixou de frequentar a igreja porque passou a ser pastor administrador de outra igreja.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Uma mensagem do músico em um grupo de WhatsApp também afirmando que havia concluído sua missão na igreja foi considerada como prova de que a motivação de seu trabalho sempre foi religiosa.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending