Siga-nos!

igreja perseguida

Igrejas são atacadas em meio a marcha por paz na Nigéria

Protestos que começaram no país agora ganha alcance religioso.

Avatar

em

Campo de refugiados cristãos na Nigéria (Foto: Reprodução/Portas Abertas)

Caminhadas de orações foram feitas na segunda e terça-feira passadas, 19 e 20 de outubro, na Nigéria, onde milhares de cristãos marcharam pedindo paz. Os protestos começaram contra as forças brutais utilizadas pela polícia nigeriana.

O Special Anti-Robbery Squad (SARS), Esquadrão Especial Antirroubo, contra-atacou os manifestantes com tiroteios e uso de força, causando muito tumulto.

Os manifestantes usam a hashtag #EndSARS, pedindo o fim do uso deste esquadrão. Segundo o Morning Star News, grupos religiosos começaram a aderir aos protestos para incluir seus ideais e radicais muçulmanos aproveitaram do caos para atacar as igrejas.

Os ataques começaram a se intensificar nas igrejas na segunda-feira, dia 19 deste mês, quando cristãos que oravam dentro do Dunamis Christian Center foram alvejados por radicais após a caminhada de oração, no estado de Kogi, em Anyigba. Vários pastores e mais de 400 pessoas estavam no local.

Helena Johnson, que denunciou os acontecimentos, também afirmou que dois cristãos foram mortos por agressores mulçumanos na cidade de Kano. Duas meninas cristãs foram mortas na mesma área da cidade em que queimaram a igreja. Elas foram atacadas por bandidos muçulmanos com facões e punhais.

Segundo duas testemunhas, outras duas igrejas católicas foram danificadas na cidade de kano, nos dias da marcha cristã por paz.

O auditório da igreja de Boas Notícias, foi apedrejado também por supostos vândalos muçulmanos, que fizeram estragos enquanto a o culto estava acontecendo, na cidade de Jos, em Plateau. Segundo um residente local carros foram queimados e lojas invadidas na região, pelos suspeitos.

A igreja pentecostal de Abuja também sofreu ataques de incêndios, por suspeitos muçulmanos, na área de Dutse, e mataram três cristãos, um foi identificado como Tony Onome, segundo a moradora Christiana Adamu testemunhou.

Adamu disse que atacaram e mataram cerca de sete cristãos na área de Apo de Abuja. Confirmando depois a polícia a morte dessas pessoas por parte de outras contra o protesto.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending