Siga-nos!

Opinião

Fim de ano, um tempo oportuno para reflexão e redirecionamento

Quando um ano se encerra, Deus está nos dando uma oportunidade de zerarmos tudo.

Abner Ferreira

em

Ano novo (Foto: Rakicevic Nenad/Pexels)

Encerra-se mais um ano, mais um ciclo chega ao fim, e uma nova oportunidade de reflexão e redirecionamento nos é concedida. Ciclos de dias, semanas, meses e anos são importantes para o nosso crescimento.

Quando um ano se encerra, Deus está nos dando uma oportunidade de zerarmos tudo. Não que os problemas desaparecerão na contagem de réveillon, mas podemos vislumbrar novos horizontes.

Há muitas mudanças que podem ser alcançadas no encerrar de um ano. Podemos rever nossos erros, corrigir injustiças, reconciliar nossas relações e vislumbrar o propósito pelo qual o Senhor nos fez nascer.

Uma oportunidade para lembrarmos que não estamos aqui por acaso, que não fazemos parte de um acidente cósmico, mas que estamos inseridos em um propósito grandioso e que podemos facilmente nos esquecer disso.

Como está escrito em Jó 12.10: “A vida de todas as criaturas está na mão de Deus; é ele quem mantém todas as pessoas com vida”.

Portanto, se você chegou a um Ano Novo, é porque Deus está mantendo você aqui, pois Ele tem algo grandioso para fazer através de você, desde que aprenda a planejar a sua vida de acordo com a Palavra de Deus.

É por isso que considero importantíssimo o tempo de reflexão que devemos ter ao final de um ano. Devemos rever nossa trajetória nos últimos 365 dias com o objetivo de meditarmos sobre o quanto estamos sendo direcionados pela vontade Divina.

O apóstolo Paulo fez essa avaliação, quando escreve: “Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3.13-14).

Você sabe qual é o teu alvo? Sabe para onde está sendo direcionado? Ou será que já perdeu o foco do plano do Senhor para a tua vida e se encontra sem direção? É tempo de redirecionamento!

Os ciclos de vida não são benéficos apenas para medir o tempo, mas trazem benefícios psicológicos, pois nos dão a sensação de recomeço. E, por isso, devemos aprender a usar estes ciclos em nosso favor.

Deixe as coisas deste ano que se encerra no passado. Se este ano você não orou, esqueça isso, ore no novo ano. Zere sua conta! Coloque no passado o que te fez desanimar e dê a vida uma nova chance.

Paulo diz: “esquecendo-me das coisas que atrás ficam” e, continua falando, “avançando para as que estão diante de mim”. Avance! Não retroceda, não se deixe aprisionar pelo passado, pois ele não pode ser mudado.

Redirecione a sua caminhada e prossiga para o “alvo”.

Cristão, advogado, esposo, escritor, discípulo e Presidente da Assembleia de Deus em Madureira.

Publicidade