Siga-nos!

Arqueologia Bíblica

Encontro de arqueólogos no Brasil celebra 70 anos do Estado de Israel

Entre as atrações aconteceu um concerto em hebraico com o cantor Leonardo Gonçalves

Cris Beloni

em

Na programação do Congresso Internacional de Arqueologia Bíblica foi incluída uma celebração pelo 70º aniversário do Estado de Israel, na sexta-feira (16). Embora a data oficial já tenha passado (14 de maio), a cerimônia aconteceu na presença de autoridades israelenses e foi aberto ao público.

Na abertura da celebração o Dr. Rodrigo Silva, arqueólogo e professor da Unasp, explicou sobre alguns rituais judaicos e na sequência deu-se início ao Cabalat Shabat, que para os judeus significa o “recebimento do sábado”. Uma “oração pelas nações” foi realizada em português e em hebraico, com destaque ao país africano Moçambique.

O cantor Leonardo Gonçalves esteve presente e interpretou as canções hebraicas do álbum Avinu Malkenu, seu terceiro CD, gravado pela Sony Music. Depois ele falou sobre o desejo pela eternidade que une todos aqueles que fazem parte do “povo da Bíblia”.

“Nós nutrimos em nosso coração a esperança de que, um dia, viveremos num lugar onde não mais haverá morte, sofrimento e nem dor”, disse. E finalizou ressaltando sobre quem realmente é o “estrangeiro” citado na Bíblia.

“O conceito do estrangeiro gira muito mais em torno da espiritualidade e da religião. O estrangeiro é aquele que não pensa como nós pensamos, não crê como nós cremos. São as minorias, os adoradores de outros deuses”, explicou.

“Que Deus tenha misericórdia de nós, porque ainda sabemos pouco sobre o que realmente significa o reino de Deus. Enquanto nós, como país que se diz religioso, continuarmos tratando os estrangeiros como tratamos, não estaremos construindo o ‘reino’. Que possamos viver uns pelos outros, e que essa seja a nossa oração”, concluiu.

Assista!

Jornalista e pesquisadora apaixonada pela Bíblia. Desenvolveu um trabalho de "Jornalismo Investigativo Bíblico", é autora dos livros Derrubando Mitos e Apocalipse Investigado. Seus temas envolvem missões transculturais, Igreja Perseguida, teorias científicas, escatologia e análises de textos bíblicos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Trending