Siga-nos!

mundo

Democratas substituem “mulheres” ou “mães” por “pessoas que dão à luz”

Relatório mostra que palavras foram evitadas durante debate na Câmara.

Michael Caceres

em

Mulher grávida
Mulher grávida (Foto: Direitos Reservados/Deposiphotos)

Líderes democratas da Câmara, nos Estados Unidos, estão se adequando à “linguagem de gênero”, substituindo o da palavra “mulheres” por “pessoas que dão à luz”, conforme exigência de integrantes da comunidade LGBT que são contra uso de “mulheres” ou “mães”

A frase foi usada, segundo o Christian Headlines, na quinta-feira passada, 6 de maio, durante uma audiência do Comitê de Supervisão da Câmara sobre “A crise da saúde materna negra na América”.

Embora a seriedade do assunto tenha sido objetivo de concordância entre democratas e republicanos, o uso da linguagem acabou gerando um forte debate e muitas críticas nas redes sociais.

A deputada Carolyn B. Maloney (NY), democrata e presidente do comitê, começou uma declaração de abertura perguntando: “Como uma das nações mais avançadas do mundo do ponto de vista médico continua a falhar com os parturientes negros com taxas tão altas?”

O site do Comitê de Supervisão da Câmara postou um anúncio de 200 palavras sobre a audiência que incluiu “pessoas que deram à luz” quatro vezes, enquanto que “Mulheres”, “mãe” e outros termos específicos de gênero não foram usados.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending