Siga-nos!

testemunhos

Técnica de enfermagem com covid-19 ora e volta a respirar

Mulher de 40 anos pediu Bíblia e fez orações quando estava em estado crítico.

Michael Caceres

em

Djenane Pereira Fernandes Almeida (Reprodução)

Uma técnica de enfermagem de Serra, município do Espírito Santo, foi diagnosticada com covid-19 e chegou a ser internada com graves dificuldades para respirar, quando decidiu usar sua em Deus. Aos 40 anos, Djenane Pereira Fernandes Almeida afirma que recebeu de Deus uma segunda chance.

“Só estávamos eu e Deus naquele momento. Pedi a Ele em voz alta: ‘Me dê uma segunda chance de viver, Senhor’”, disse.

Antes de ser levada para o Hospital Jayme dos Santos Neves, onde trabalhou por quatro anos, Djenane esteve em um posto de saúde por duas vezes, sendo que na segunda vez sua situação havia se agravado devido ao fato de ela ter diabetes e ter ficado com a saturação baixa e visão saturada, quando foi transferida para o hospital, onde teria que ser intubada.

“As minhas dores viraram desespero. Por ser diabética, eu sabia que meu corpo não resistiria a uma intubação. Quando a ambulância chegou para me levar, um funcionário perguntou se eu acreditava em Deus. Eu disse que sim e que, por isso, ficaria tudo bem”, lembra Djenane.

Como sua saturação estava em 53%, a profissional de saúde sabia que teria de ser submetida ao procedimento, mas pediu para os médicos dar mais um tempo para ela ver se reagiria. Mesmo com o equipamento de oxigênio, ela não conseguia respirar e teve de ser mudada de posição na cama.

Devido a gravidade da sua situação no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), ela pediu para uma enfermeira lhe trazer uma Bíblia. “Já era madrugada quando eu conversei com Deus novamente, contei que Ele me fortalecia. Sabia que não me deixaria lá, nas trevas”, disse emocionada.

Pela manhã uma médica faria a avaliação de Djenane para decidir se ela teria de ser submetida a intubação. Enquanto a médica atendia outros pacientes, Djenane começou a louvar a Deus em voz alta, chamando a atenção da médica, que ficou impressionada pelo fato de a saturação ter subido para 98%.

“Eu tive que aprender a respirar de novo e falei com Deus novamente: ‘Daqui eu vou para minha casa’. Eu sou um verdadeiro milagre Dele, nasci de novo. A minha conversa com Deus me fez estar aqui, junto com meus filhos e meus familiares”, disse Djenane.

Depois de ficar 8 dias hospitalizada, Djenane recebeu alta hospitalar e voltou para casa, onde vive com seus filhos de 15 e 17 anos. “Deus me deu dois filhos, lógico que eu tinha que viver para cuidar deles”, disse agradecida.

Trending