Siga-nos!

Mundo Cristão

Presidente do Egito “presenteia” cristãos com a maior igreja do Oriente Médio

Al-Sisi disse que a igreja deve ser uma “mensagem de paz e amor” para o mundo

Avatar

em

Abdel Fattah al-Sisi e Tawadros II
Publicidade

No Egito, foi inaugurada a maior igreja dos cristãos coptas no Oriente Médio. O templo é um presente do presidente Al-Sisi para a comunidade cristã do país. A catedral foi liberada em 2017, ocasião em que o líder egípcio declarou que “a igreja deve ser uma mensagem de paz e amor para o mundo”.

De acordo com o Christian HeadLines, Al-Sisi também participou das festividades de Natal que aconteceram ontem (7). As igrejas cristãs ortodoxas celebram o Natal no dia 7 de janeiro, data que corresponde ao 25 de dezembro no calendário gregoriano.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

“Somos um e vamos continuar sendo um”, disse o presidente durante a cerimônia ao declarar que aquele era um momento importante na história do Egito. “Vimos aqui um ato histórico”, disse o pastor Joel Rosenberg.

“Eu realmente acho que é uma virada de jogo. Um presidente muçulmano sunita do maior país árabe do mundo, construindo uma igreja, e ainda a maior do Oriente Médio, como um presente para os cristãos do Egito”, enfatizou.

“Nunca vimos nada parecido na história. E eu acho que o presidente Sisi está enviando uma mensagem não apenas para o seu próprio povo, mas para todos os muçulmanos e cristãos, mostrando que eles viver em harmonia. Isso é extraordinário”, disse ainda.

O presidente Donald Trump também expressou seu apoio através de suas redes sociais, nesta semana: “Animado em ver nossos amigos no Egito abrindo a maior Catedral do Oriente Médio. O presidente Al-Sisi está encaminhando seu país para um futuro mais inclusivo”, concluiu.

Publicidade

Cris Beloni é jornalista, teóloga e pesquisadora apaixonada pela Bíblia. Desenvolveu um trabalho de Jornalismo Investigativo Bíblico e é autora do livro Derrubando Mitos.