Siga-nos!

igreja perseguida

Cristãos de Bangladesh protestam contra o terrorismo islâmico

Minorias religiosas marcharam contra violência e a perseguição.

Michael Caceres

em

Igreja cristã em Bangladeshi
Igreja cristã em Bangladeshi (Foto: Reprodução/Barnabas Fund)

Uma marcha pacífica pelas ruas de Dhaka, aconteceu em 7 de novembro com a iniciativa dos cristãos de Bangladesh e outros grupos minoritários, cerca de 500 pessoas compareceram, protestando contra os ataques extremistas islâmicos que vem acontecendo na região continuamente.

Cerca de 17 pessoas foram mortas este ano entre março e setembro, com ataques durante a pandemia do coronavírus, de acordo com a secretária geral do Bangladesh Hindu Rana Dasgupto e o Christian Oikya Parishad, organizadores da marcha.

Os líderes das minorias afirmam que as comunidades vivem no medo por culpa do governo que falhou e falha em protegê-las. Os manifestantes afirmam que os ataques islâmicos contra as comunidades minoritárias “ferem os sentimentos religiosos” das vítimas.

A mídia social tem tido um papel fundamental para induzir os ataques aos cristãos e outras minorias, como os budistas. Um cartaz foi escrito com a seguinte frase “Para de usar o Facebook para atacar a comunidade”, vários incidentes de perseguição foram iniciados pela mídia social.

Minorias religiosas em Bangladesh

Os cristãos são cerca de 1% em Bangladesh, e em sua maioria costumam ter maior liberdade religiosa em comparação com outros países de maioria muçulmana. A população hindu e budista denota 9% da população, totalizando 10% das duas minorias, os mulçumanos ainda são 90% da população e acabam discriminando os demais.

Os cristãos que vivem em áreas rurais estão sofrendo mais com a violência, e tem como alvo aqueles que são convertidos do islamismo ao cristianismo e ativos no evangelismo. Apesar do país dar às minorias religiosas o direito de praticar a religião e partilhar da sua na constituição, o Islã é a religião oficial do país.

Segundo a Portas Abertas, o país ocupa o 38º lugar na lista dos países perseguidos. Depois do ciclone Amphan e a COVID-19 houve maior desproteção para os cristãos no país. Muitos são obrigados a voltar para o islã e receber ajuda do governo, caso contrário permanecem na mesma situação.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending