Siga-nos!

mundo

Biden declara apoio a “transição de gênero” em crianças a partir dos 8 anos

Ex-vice-presidente dos Estados Unidos foi criticado por sua fala irresponsável.

Michael Caceres

em

Joe Biden
Joe Biden (Reprodução/YouTube)

O candidato à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, do Partido Democrata, declarou ser favorável ao tratamento de crianças a partir dos 8 anos que se identifiquem como transexuais ou transgêneros. A declaração foi dada na última quinta-feira (15) durante uma “sabatina” na ABC News.

Biden foi questionado por uma mãe sobre qual seria sua opinião, já que um de seus filhos teria sido apontado como transexual. O ex-vice-presidente afirmou que crianças desta idade não podem sofrer “discriminação” se desejarem ser transgêneros.

“A ideia de que uma criança de 8 ou 10 anos de idade diga ‘Sabe, eu decidi que quero ser transgênero, é o que eu acho que gostaria de ser, faria minha vida muito mais fácil’, deve ter zero de discriminação”, disse ele.

A declaração foi fortemente criticada por líderes cristãos e por conservadores, já que a ideia de permitir que crianças sejam submetidas a tratamentos agressivos porque não se identificam com sua forma biológica não tem respaldo cientifico.

Nos últimos anos o debate sobre a questão tem sido acalorado em todo o mundo, já que grupos militantes LGBT procuram impor a ideia de que pessoas que se identificam com o sexo oposto devem ser aceitas em bainheiros, vestiários e chuveiros designados para pessoas do sexo biológico.

O presidente do Conselho de Pesquisa da Família, Tony Perkins, usou o Twitter para criticar o candidato, afirmando que ele não deveria se posicionar desta forma, já que uma criança não tem maturidade para tomar uma decisão destas, que muda completamente a vida do indivíduo.

“Joe Biden acha que crianças de 8 anos têm a capacidade de tomar uma decisão que muda sua vida e mudar seu gênero e diz que se alguém negar a eles que esse direito (presumo que os pais incluídos) é discriminação! Ou ele está pedindo votos ou ele está totalmente perdido”, disse Tony Perkins.

A declaração de Biden também foi criticada pelo teólogo e professor do Boyce College, Denny Burk, que se opôs a posição do democrata. Ele afirmou que um pai não estará ajudando seu filho se o encorajar a abraças “a propaganda de negação do corpo.

“Não, não, não. Se você tem um filho com sentimentos conflitantes de gênero, você não o está ajudando ao encorajá-lo a abraçar a propaganda de negação do corpo. O corpo não está mentindo para eles sobre masculinidade / feminilidade”, disse.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending