Siga-nos!

igreja perseguida

Youtuber pode ser condenado a dez anos de prisão por criticar o Islã

Promotores mudam acusação contra cristão para aumentar sua sentença.

em

Cristãos na Indonésia (Foto: Reprodução/Portas Abertas)

Em agosto, o youtuber cristão, Muhummad Kace, foi preso em um distrito de Bali, na Indonésia, por causa de um vídeo viral do YouTube que teria ofendido muçulmanos no país.

Kace é um ex-muçulmano que se converteu ao cristianismo e começou a enviar vídeos criticando a fé muçulmana no YouTube, com mais de 400 vídeos publicados na plataforma.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Recentemente foi anunciado que os promotores indonésios exigiram uma pena de dez anos de prisão para Kace. Esse movimento tem atraído críticas de grupos de direitos humanos, sendo rotulado como discriminatório.

De acordo com ICC, no início deste ano um clérigo muçulmano condenado por um crime semelhante contra cristãos recebeu apenas cinco meses de prisão.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Os promotores optaram por mudar a acusação de Kace de blasfêmia para espalhar informações falsas ou notícias para causar intencionalmente agitação, o que carrega uma sentença de dez anos. As acusações de blasfêmia têm uma pena máxima de cinco anos.

Apesar das alegações de promoção da liberdade religiosa, o país de maioria muçulmana tem um histórico de discriminação sistemática contra não-muçulmanos em seu processo judicial.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending