Siga-nos!

Opinião

Mundo invertido: Verdevaldo pode receber homenagem da Assembleia Legislativa do Rio

Homenagem representa um esforço de inverter valores e fazer dos heróis bandidos.

em

Glenn Greenwald e Lula. (Foto: Reprodução / Facebook)

A Assembleia Legislativa do Rio analisa a entrega de uma homenagem ao jornalista Glenn Greenwald. Pelo que mesmo? Querem condecorar com a Medalha Tiradentes, maior honraria da Casa, o responsável pelo site The Intercept, responsável por vazar conversas envolvendo autoridades da Lava Jato.

Verdevaldo pode ser homenageado por ter dado vida nova a Orcrim. Pode ser homenageado por ter usado mensagens obtidas de forma ilegal, por meio da invasão dos celulares feita por hackers, com o fim de denegrir a imagem de autoridades.

A idealizadora da homenagem, deputada Zeidan (PT), pretende honrar aquele que mais se empenhou na defesa de Lula. Condenado no âmbito da Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro. E que agora busca usar os vazamentos para conseguir liberdade.

Nada, absolutamente nada nas mensagens trocadas pelo Telegram poderia ser usado para inocentar alguém, mas o que vale é a gritaria. O que querem é garantir o esforço de distorcerem os fatos possibilitando reescreverem a história.

No entanto, Lula foi condenado em todas as instâncias. É, digo novamente, o maior criminoso que este país já teve – tanto pela exposição, quanto pelo volume roubado dos cofres públicos.

Homenagear o dito-cujo representa um esforço de inverter valores e fazer dos heróis bandidos.

Publicidade