Siga-nos!

sociedade

Twitter é criticado por permitir propaganda do Talibã

Congressista republicano questionou a censura contra o ex-presidente Donald Trump.

em

Twitter
Twitter (Foto: Joshua Hoehne/Unsplash)

Um congressista republicano enviou uma carta ao CEO do Twitter, Jack Dorsey, denunciando o notável “duplo padrão” por banir o ex-presidente Donald Trump da plataforma, mas permitir o Talibã.

Lamborn acusou o Twitter de não impor qualquer de seus esforços de verificação de fatos sobre as contas talibãs, ou bani-los em vista da proibição do site sobre “organizações violentas”.

“Está claro que o talibã é uma organização violenta. Não encontrei uma única verificação de fato em nenhum de seus tweets, nem quaisquer avisos para conteúdo falso ou enganoso. É impossível ver como as contas dos [membros talibãs] Zabihullah Mujahid e Yousef Ahmadi não violam suas políticas”, escreveu o congressista segundo The Christian Post.

Rep. Doug Lamborn do Colorado acrescentou que acredita que está claro que o Twitter tem um viés político em seus algoritmos e um duplo padrão preocupante. Lamborn pede uma resposta rápida do porquê o ex-presidente dos Estados Unidos é banido enquanto dois porta-vozes do talibã são permitidos.

Por sua vez, o Twitter disse à Newsweek que irá manter as contas talibãs pelos padrões de conteúdo e continuarão a aplicar prontamente suas regras e revisar conteúdo que pode violar as regras do Twitter, especificamente políticas contra a glorificação da violência, manipulação de plataforma e spam.

Em contrapartida, outros sites de mídia social, como o Facebook, reafirmaram seu compromisso de proibir conteúdo que promovesse o Talibã, que está em vigor há vários anos.

“O talibã é sancionada como uma organização terrorista sob a lei dos Estados Unidos e nós temos banido eles de nossos serviços sob nossas políticas de Organização Perigosa”, um porta-voz do Facebook disse à CNBC.

Em janeiro, dois dias após centenas de manifestantes pró-Trump invadirem o Capitólio dos EUA, o Twitter anunciou que estavam banindo o então Presidente Trump de sua plataforma. Em uma declaração o Twitter argumentou que Trump deveria ser banido permanentemente após os protestos devido ao risco de incitação à violência.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending