Siga-nos!

Internacional

Turquia quer “restaurar califado original” e ameaça antigas aldeias cristãs

Plano de Erdogan seria conquistar partes da Grécia, Síria e Iraque.

em

Recep Tayyip Erdogan e soldados com armaduras do Império Otomano. (Foto: Adem Altan / Reuters)

As forças jihadistas apoiadas pela Turquia continuam seu ataque em áreas estratégicas do nordeste da Síria, mesmo após as reivindicações de um cessar-fogo.

Diante disto, as minorias religiosas, incluindo cristãos, estão sendo atacados o que para muitos trata-se de um primeiro passo no sonho de Recep Tayyip Erdogan de estabelecer uma Turquia maior, avançando pelo nordeste da Síria.

Se isso acontecer, seria a retomada do “califado original”. Acontece que nesta região é onde várias aldeias cristãs estão localizadas, pessoas que falam aramaico, a mesma língua falada por Jesus.

Alguns acreditam que os líderes da Turquia planejam reivindicar mais território na região como seu.

Recentemente, o ministro da Defesa da Turquia publicou um mapa em sua mídia social que mostra territórios da Grécia, Síria e Iraque como parte de uma grande Turquia.

O mapa reflete o Pacto Nacional Otomano de 1920, que inclui terras que a Turquia acredita que merecia no final da Primeira Guerra Mundial.

Ambos os mapas incluem as cidades iraquianas de Erbil, Mosul e o território rico em petróleo de Kirkuk.

“Sua intenção aberta é restaurar o califado original que foi dissolvido em 1924”, disse Dalton Thomas, da Frontier Alliance International à CBN News.

Publicidade