Siga-nos!

Internacional

Trump promete falar sobre perseguição religiosa com governo norte-coreano

Ilyong Ju foi um dos 27 sobreviventes da perseguição religiosa convidado para o Salão Oval na Casa Branca.

em

Ilyong-Ju e Donald Trump. (Foto: Reprodução / Fox News)

Ao conversar com o desertor norte-coreano Ilyong Ju, o presidente dos EUA Donald Trump se comprometeu em tratar do assunto de perseguição religiosa com o regime comunista da Coreia do Norte que proíbe o cristianismo.

O país que mais persegue cristãos no mundo fere os tratados de direitos humanos ao perseguir, torturar, prender e matar cristãos.

Ilyong Ju, um cristão do Reino Hermit que conseguiu fugir do país e se salvar foi um dos 27 sobreviventes de perseguição religiosa que se encontraram com Trump há algumas semanas.

“Minha tia, toda a família da minha tia … está em prisão política agora … só porque o sogro da minha tia era cristão”, disse o jovem que é advogado e trabalha para a Liberty na Coreia do Norte (LiNK).

Ele revelou também que toda a família de seu primo foi executada por compartilhar o Evangelho.

Ao ouvir a história, Trump balançou a cabeça inconformado. O jovem continuou seu relato dizendo que mesmo com a perseguição de Kim Jong Un, os cidadãos norte-coreanos desejam o Evangelho e adoram a Deus em igrejas clandestinas.

Segundo a Fox News, Trump se comprometeu em levantar este assunto com o governo norte-coreano. “Estou entendendo exatamente o que você está dizendo”, disse Trump. “Eu vou levantá-lo.”

Publicidade