Siga-nos!

devocional

Três ações divinas em tempos de pandemia

A resposta de Deus chegará no tempo Dele; não no meu, nem no seu.

Moisés Bichara

em

Máscaras de proteção contra coronavírus (Mika Baumeister / Unsplash)

O surto decorrente da pandemia do novo coronavírus mudou – em questão de dias – todo o planeta. Vivemos tempos sombrios, em que a melhor forma de demonstrar amor é tomar distância e isolar-se; hoje em dia, abraçar e beijar pode caracterizar crime de tentativa de homicídio culposo ou doloso.

Esta epidemia de nível mundial tem, não apenas aniquilado sonhos, planos e projetos, como também provocado uma situação de anormalidade em todo o mundo. Nunca imaginávamos que viveríamos tempos em que a presença de um cidadão de bem poderia causar tamanho estrago, a ponto de ceifar centenas de vidas.

Considerando a alta possibilidade de contágio e incertezas decorrentes do vírus, o desespero tem tomado conta das famílias brasileiras, especialmente, porque, as matriarcas e patriarcas de gerações tem sido vítimas fatais do coronavírus e, até o momento, médicos e cientistas renomados de todo o mundo não encontraram um meio eficaz de combater a doença.

As consequências são desastrosas não somente para as vítimas mortais, mas também para os sobreviventes, isto porque, além da morte física, o ser humano esta, pouco a pouco, falecendo psicologicamente, por conta do despreparo emocional e, em razão vinda de uma grande recessão econômica.

Cristianismo x coronavirus

As Escrituras apresentam inúmeros relatos bíblicos demonstrando que, em tempos de crise, o Senhor age na vida de seus verdadeiros adoradores, o que não significa ausência de problemas, mas sim a capacidade de vencer as provações e alcançar os lugares que Deus almeja para os seus servos.

O texto de Ezequiel 9:3-6 representa muito bem essa ideia:

“E a glória do Deus de Israel levantou-se de cima do querubim, onde havia estado, e se moveu para a entrada do templo. E o Senhor chamou o homem vestido de linho e que tinha o estojo de escrevente à cintura e lhe disse: “Percorra a cidade de Jerusalém e ponha um sinal na testa daqueles que suspiram e gemem por causa de todas as práticas repugnantes que são feitas nela”. Enquanto eu escutava, ele disse aos outros: “Sigam-no por toda a cidade e matem, sem piedade ou compaixão, velhos, rapazes e moças, mulheres e crianças. Mas não toquem em ninguém que tenha o sinal. Comecem pelo meu santuário”

Deus determinou que o querubim colocasse um sinal na testa daqueles que suspiravam e gemiam por causa de todas as práticas repugnantes que eram feitas em Jerusalém. O sujeito era específico: os que não se dobravam a Baal; aqueles que eram retos e sofriam as injustiças em Jerusalém. A ordem foi clara: mate todo mundo, exceto aqueles que estavam marcados.

A grande questão é: será que eu e você possuímos o sinal na testa? Existem dezenas de exemplos bíblicos demonstrando várias ações de cuidado divino para com aqueles que possuem a marca do anjo cravada na testa.

Proteção

Em meio a toda a crise epidêmica, é importante pontuar que, Deus permanece e permanecerá o mesmo e, neste momento tão delicado, uma de Suas atitudes para com os fiéis é garantir a PROTEÇÃO.

Veja o exemplo de José. Embora árdua a sua trajetória até se tornar príncipe do Egito, ele não havia sido abandonado por Deus em nenhum instante. Muito pelo contrário, no final das contas, ele disse aos seus irmãos:

“vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem, para que hoje fosse preservada a vida de muitos” (Gênesis 50:20). 

Como cristão, você deve crer que, apesar da crise econômica, emocional e, até mesmo, espiritual, o plano de satanás em causar mal a sua vida, tornará, assim como José, em bem!

Direção

Durante essa pandemia, provavelmente, você pensou: “E agora, o que eu vou fazer? Estou completamente perdido.” Eu tenho uma boa notícia para você: em dias delicados, Deus não apenas garante a proteção, como também a DIREÇÃO aos escolhidos, o que, por óbvio, exige paciência.

A resposta de Deus chegará no tempo Dele; não no meu, nem no seu.

Não há um exemplo mais clássico do Senhor, claramente direcionando o seu povo, senão o de Moisés:

“Sempre que a nuvem se levantava de cima da Tenda, os israelitas partiam; no lugar em que a nuvem descia, ali acampavam. Conforme a ordem do Senhor, os israelitas partiam e, conforme a ordem do Senhor, acampavam. Enquanto a nuvem estivesse por cima do tabernáculo, eles permaneciam acampados” (Números 9:17-18).

Fique atento às placas: no caso dos hebreus, o Senhor falou através das nuvens; preste atenção na maneira como Deus está direcionando os seus passos. No seu caso, talvez, o caminho a ser seguido já foi mostrado, mas você não quer enxergar. Embora não seja impossível a vinda do anjo Gabriel para falar com você, ultimamente, tenho notado que, Jeová tem direcionado os seus servos através de sinais.

Ação sobrenatural

A vantagem de ser cristão é que não dependemos apenas da racionalidade e ciência, isto porque, cremos na AÇÃO SOBRENATURAL do mundo espiritual.

Veja que, quando não havia mais escapatória para o povo hebreu, Deus usou Moisés para, com o seu cajado, abrir o Mar Vermelho e, livrar, de uma vez por todas, o povo da mão dos egípcios. Em todo o caminho, houve ações sobrenaturais, como o maná do céu, carnes, água jorrando da pedra, presença clara de Deus, etc.

Se você recebeu notícias nada motivadoras nesse tempo de pandemia, entenda isso: nós servimos a um Deus que abre e ninguém fecha; que fez chover fogo dos céus; que livrou Eliseu de todo um exército; que fez um homem de 1,60m vencer um soldado experiente em guerras, de quase 3m de altura; que abriu, de forma sobrenatural, as portas da prisão para Pedro, etc.

O nosso Deus NÃO TEM LIMITES e, se você crer, ele pode agir de modo sobrenatural em sua vida, desde que você obedeça a sua Palavra, independentemente das circunstâncias, o que, repito, não significa ausência de aflições, mas capacidade para vencer qualquer adversidade.

Conferencista, pregador e criador do canal Moisés Bichara no YouTube.

Trending