Siga-nos!

Sociedade

Toffoli manda BC entregar relatórios com dados bancários de 600 mil pessoas e empresas

Ministro pediu acesso aos dados de 412.484 pessoas físicas e 186.173 pessoas jurídicas.

em

Dias Toffoli. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente do Supremo Tribunal Federal  (STF), ministro Dias Toffoli, mandou o Banco Central (BC) entregar dados sigilosos de 600 mil pessoas e empresas.

Toffoli pediu que o Banco envie cópia dos relatórios de inteligência financeira produzidos pelo antigo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), atual UIF (Unidade de Inteligência Financeira).

A decisão tem como base processo em que o ministro suspendeu compartilhamento sem autorização judicial de dados detalhados do Coaf, Banco Central e Receita Federal com órgãos de investigação.

Na época a medida foi criticada por proteger o senador Flávio Bolsonaro, além da própria esposa do ministro Dias Toffoli, Roberta Maria Rangel, e a esposa do também ministro Gilmar Mendes, Guiomar Mendes.

Além do BC, Toffoli determinou que a Receita Federal encaminhe ao STF todas as representações fiscais para Fins Penais (RFFP) no mesmo período.

Os dados no qual ele terá acesso, incluem pessoas com foro privilegiado e exposição política. São 412.484 pessoas físicas e 186.173 pessoas jurídicas.