Siga-nos!

Política

Toffoli, Maia e Davi autorizam obras para construir uma “passagem reservada”

STF já prepara entrada de carros reservada.

em

Plenário do STF (Foto: STF)

Para evitar o “assédio” da população e da imprensa, os presidentes do Senado, Câmara e Supremo Tribunal Federal  (STF), autorizaram obras para a construção de uma “passagem reservada”.

Ministros do STF teriam pedido uma solução aos seguranças da Corte, a fim escapar da imprensa e das manifestações de populares durante decisões polêmicos envolvendo a Lava Jato, segundo Exame.

Agora, a solução encontrada é a garantia de uma entrada onde os ministros tenham acesso direto ao prédio do Supremo, assim como outras autoridades, sem precisar ter de enfrentar a imprensa.

O STF chegou a transferir parte das instalações da  TV Justiça, abrindo novo espaço de passagem para veículos, que chegam a utilizar três tipos de  placas diferentes, com o objetivo de passarem despercebidos.

Os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), abriram uma passagem privada entre as residências oficiais, localizadas no Lago Sul, área nobre da capital.

Publicidade