Siga-nos!

brasil

“Todo trabalho é essencial”, defende desembargador William Douglas

Texto compartilhado no WhatsApp critica uso de lockdown.

em

William Douglas
William Douglas (Foto: Reprodução/YouTube)

O desembargador William Douglas, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, sediado no Rio de Janeiro, compartilhou um texto onde defende que “todo trabalho é essencial”, citando inclusive uma “banca de flores da esquina”.

Em um texto intitulado “Mantenham as Flores”, compartilhado em diversos grupos do WhatsApp e confirmada a autoria por William Douglas, o desembargador afirma que não se deve confundir “serviços essenciais para o país” com “serviço essencial para a pessoa”.

“O país não precisa das flores, mas quem é o Estado para dizer que as flores não são essenciais para os floristas?”, questiona. “Não só para os floristas: em um momento de tensão extrema, de nervos à flor da pele e de pico de divórcios, creio que as rosas são necessárias”, continuou.

Ao argumentar em defesa da floricultura como serviço essencial, o desembargador aponta que “elas não servem ‘só’ para esposas e namoradas”, lembrando que as flores “levam afetos, alegria e esperança para tias, avós, amigas”. “E quem pode negar o poder do humor e da esperança para a tão necessária imunidade?”, questiona.

“E para o florista? E para a família do dono da kombi que traz as flores? Para o posto de gasolina e para o mecânico da kombi? E para as florálias, e todas as famílias que vivem daquele negócio? Que todos estejam de máscaras, lavando as mãos, usando álcool gel e mantendo o distanciamento, mas com as flores”, defendeu.

William Douglas diz também que “a vida não pode parar” e que a depressão, o medo, a fome e o desemprego são consequências do fechamento das atividades. “Não existe escolha entre vida e economia. Elas estão entremeadas: uma depende da outra, pontuou.

“Outro dia li que proibiram vender lâmpadas e eletrodomésticos. Mas e a pessoa cuja lâmpada queimou? Estuda como? Vive como? O prefeito ou o governador irão lavar a louça da máquina que quebrou? Manter a comida cuja geladeira pifou? E o dono da loja? Sem vender tudo que tem em estoque e pagou… vai conseguir manter a empresa, o aluguel e os empregos?”, questionou.

O desembargador continua afirmando que “todo trabalho é essencial para quem resolveu sustentar sua família com ele” e lembra o caso da Argentina, que “fez um severo lockdown e isto não impediu a covid”. “Há vários estudos mostrando que o lockdown não funciona. Nem a OMS insistiu nessa ideia. Estudem o caso das Dakotas. Enfim, o problema é outro”, enfatizou.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending