Siga-nos!

mundo

Templo Satânico diz que aborto é um “direito” religioso

Grupo satânico oferece participação em “ritual satânico do aborto” para mulheres.

em

Lucien Greaves
Lucien Greaves (Foto: Reprodução/The Satabuc Temple)

Grupo satânico, “The Satanic Temple”, com sede em Massachusetts, Estados Unidos, atacou projeto de lei do Texas que proíbe abortos após seis semanas de gestação. O argumento do grupo é que a lei viola sua liberdade religiosa ao impor um fardo indevido aos seus “rituais de abortos satânicos”.

“A Lei de Restauração da Liberdade Religiosa do Texas (TRFRA) fornece um mecanismo para buscar uma isenção de qualquer lei que restrinja o livre exercício da religião. Como o S.B. 8 impõe um ônus indevido à capacidade dos membros do TST de se submeterem ao Ritual Satânico do Aborto, o primeiro passo na defesa dos direitos de seus membros é buscar uma isenção no âmbito do TRFRA. Se o Estado se recusar a prover tal isenção, o TST poderá então pedir um alívio judicial à lei”, disse a organização em uma declaração em seu website de acordo com The Christian Post.

Em uma carta à Food and Drug Administration, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, na última terça-feira, Matthew A. Kezhaya, advogado do templo satânico, pediu que a organização recebesse uma isenção religiosa para acessar os medicamentos indutores de aborto sem prescrição como parte de seu ritual de aborto “sacramental”.

“A adesão do TST usa esses produtos em um ambiente sacramental. O ‘ritual satânico do aborto’ é um sacramento que envolve e inclui o ato abortivo. Ele é projetado para combater sentimentos de culpa, dúvida e vergonha e capacitar o membro a afirmar ou reafirmar o poder e o controle sobre sua própria mente e corpo. A exigência de prescrição do REMS interfere substancialmente no ‘ritual satânico do aborto’ porque o Governo impede o acesso dos membros à medicação envolvida no ritual”, dizia a carta.

Um dos co-fundadores, Lucien Greaves, acrescentou ainda que a batalha pelos direitos ao aborto é em grande parte uma batalha de pontos de vista religiosos concorrentes, e que seu ponto de vista é de que o feto inviável faz parte do hospedeiro e é felizmente protegido sob a Liberdade Religiosa.

“O Templo Satânico está pronto para ajudar qualquer membro que compartilhe suas convicções religiosas profundamente detidas em relação ao direito à liberdade reprodutiva. Assim, encorajamos qualquer membro que resida no Texas e deseja se submeter ao Ritual Satânico de Aborto nas primeiras 24 semanas de gravidez a entrar em contato com o Templo Satânico para que possamos ajudá-los a combater essa lei diretamente”, disse o grupo ateu.

O grupo satânico ainda acrescentou que não será intimidado e silenciado por uma lei injusta ou por um governo tirânico.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending