Siga-nos!

Sociedade

Sóstenes Cavalcante formaliza candidatura à presidência da bancada evangélica

Frente Parlamentar Evangélica tem se distanciado do Governo Bolsonaro.

Avatar

em

Sóstenes Cavalcante oficializa candidatura. (Foto: Divulgação)

Em meio a especulações sobre uma ruptura com o governo de Jair Bolsonaro, que teve apoio maciço dos evangélicos para se eleger, a Frente Parlamentar Evangélica (FPE) escolherá no dia 27 de março seu próximo presidente.

A grande mídia vem divulgando que a bancada evangélica estaria, inclusive, planejando um “manifesto”, onde declararia sua “independência” em relação ao governo. A informação já foi negada pelo deputado federal Marco Feliciano (Pode/SP).

Olhando para o futuro do bloco suprapartidário, o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM/RJ) formalizou sua candidatura à presidência da FPE para o biênio 2019-2020.

O parlamentar, que é pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, inclusive, divulgou um conjunto de propostas. Entre elas está a realização de um Censo nacional visando conhecer a real participação dos evangélicos na política e um “projeto nacional de combate à corrupção”.

Chama a atenção o fato de ele colocar como meta “a transferência da embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém”, uma promessa de campanha de Bolsonaro, mas que agora está sendo evitada pelo governo.

Publicidade