Siga-nos!

Política

Senador esquerdista relaciona aborto a mudanças climáticas

Democrata defende que países pobres deveriam ter controle de natalidade.

em

Bernie Sanders. (Foto: National Review)

O senador norte-americano Bernie Sanders, democrata que defende o controle de natalidade, relacionou a questão do abordo com as mudanças climáticas no planeta.

Durante evento da CNN, Sanders respondeu a pergunta da professora Martha Readyoff, que questionou se ele apoiaria a inclusão do controle populacional em sua agenda de mudanças climáticas.

Em sua respostas, o senador afirmou que deveria haver controle de natalidade em países pobres, devido ao crescimento populacional, que deveria ser um item a ser considerado nas mudanças climáticas.

Ele aponta o acesso ao aborto como algo que tem “tudo a ver” com a ideia de mudanças climáticas do planeta e ações necessárias para conter essas mudanças.

Sanders faz uma relação entre o controle de natalidade e a prática do aborto, acolhendo o argumento de que isso ajudaria nas questões climáticas.

A resposta do senador provocou reação dos republicanos e de eleitores conservadores, que criticam o uso da questão para tentar emplacar um discurso pró aborto.

Publicidade