Siga-nos!

Política

“Se Bolsonaro não me quer, pego as coisas e vou embora”, diz Mourão

Criticado por declarações e curtidas nas redes sociais, o vice-presidente entende que não fez nada de errado

em

Hamilton Mourão
Hamilton Mourão. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

O vice-presidente Hamilton Mourão declarou que não descarta a possibilidade de renunciar ao cargo, caso seja esta a vontade do presidente Jair Bolsonaro.

“Se ele não me quer, é só me dizer. Pego as coisas e vou embora”, declarou o vice-presidente segundo informações da Veja.

Mourão tem sido criticado por aliados de Bolsonaro por comentários que destoam do tom usado pelo presidente. Recentemente, ele foi alvo de um pedido de impeachment por ter curtido comentários críticos a Bolsonaro no Twitter e por aceitar participar de uma palestra que tecia críticas aos 100 dias de governo.

O filho do presidente, vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), chegou a postar críticas a Mourão, e Jair Bolsonaro saiu em defesa do filho, dizendo que algumas de suas críticas ao vice tinham razão.

Mourão, porém, entende que não fez nada de errado. “O presidente nunca me disse para parar, para não falar com essa ou aquela pessoa. Então, entendo que não estou fazendo nada de errado. Mas se ele quiser que eu pare…”.

Publicidade