Siga-nos!

Internacional

Roma e Igreja Católica brigam por milhões em moedas jogadas em fonte

Todos os anos são retirados 1,5 milhão de euros em moedas

Avatar

em

Turistas na Fontana di Trevi. (Foto: Andreas Solaro/AFP)

Turistas de todo mundo jogam moedas na Fontana di Trevi, em Roma, uma simpatia para trazer sorte ou realizar um desejo. As moedas foram retiradas da fonte pela Prefeitura de Roma e agora a administração pública e a Igreja Católica brigam pelo direito de ficar com o montante recolhido.

Para se ter uma ideia do valor arrecadado, todos os anos são recolhidos 1,5 milhão de euros em moedas. Por tradição, o dinheiro era doado a uma instituição de caridade católica que ajudava os desamparados.

Leia mais...

Mas a nova prefeita de Roma, Virgínia Raggi, quer usar a verba arrecadada na fonte para investir na infraestrutura da cidade que está precária.

A Caritas, entidade que recebia o dinheiro, diz que sem essa verba os pobres serão atingidos. “Não previmos esse resultado”, disse o padre Benoni Ambarus, diretor da entidade. “Eu ainda espero que não seja definitivo”, completou ele em entrevista ao jornal Avvenire.

Os vereadores da cidade já aprovaram o novo destino do dinheiro, mas muitos italianos estão pedindo para que as autoridades reconsiderem a decisão.

Continue lendo