Siga-nos!

Política

Rodrigo Maia decide recolocar placa que sugere que policiais são racistas

Placa que ofende policiais militares havia sido arrancada por deputado coronel.

em

Benedita da Silva com placa que ofende policiais (Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) decidiu recolocar uma placa ofensiva contra policiais militares, que integra a exposição contra racismo realizado na Casa, que havia sido arrancada pelo deputado Coronel Tadeu (PSL-SP).

A charge de autoria de Latuff, estampa um negro caído com uma camiseta do Brasil com um policial ao fundo com a uma arma na mão, sugerindo que ele foi “executado” pelo agente da lei. A decisão de Maia foi tomada após reuniões com bancadas.

Para tentar amenizar a situação, foi colocada uma descrição ao lado da charge, onde diz que “a bancada negra sabe que essa charge não representa toda a corporação e respeita os policiais que não corroboram para essas estatísticas e trabalham em prol do povo brasileiro”.

Durante a recolocação da placa, parlamentares do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Comunista do Brasil (PCdoB) celebraram atacando os policiais.

“Essa violência contra a gente foi feita, mas com o diálogo de diversos parlamentares com Rodrigo Maia conseguimos que a placa voltasse, da forma quebrada, para mostrar o racismo institucional que ainda sofremos aqui”, disse o deputado David Miranda (Psol-RJ).

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) participou da recolocação da placa e afirmou que os dados comprovam que o “Estado tem assassinado a população negra”. Ela também criticou a forma como a placa foi retirada e cobrou respeito a exposição.

Publicidade