Siga-nos!

Opinião

Renda variável: perca o receio deste tipo de investimento

Conheça melhor a renda variável e seus títulos

Rodrigo Colombo

em

Notebook com Exchange aberta. (Foto: Austin Distel / Unsplash)

Os investimentos em renda variável têm ganhado força no ano de 2019. Isso ocorreu porque houve uma queda nas taxas de juros, a selic em 6% ao ano, o que incide diretamente sobre ativos de renda fixa.

Sendo assim, o queridinho dos investidores iniciantes foi um pouco deixado de lado por não estar proporcionando bons rendimentos.

Entretanto, os investimentos em renda variável costumam deixar as pessoas que não são acostumadas à eles um pouco receosas. Afinal, investir em ações pode ter seus riscos.

Mas saiba que isso é uma falha na cultura dos brasileiros que não são educados para investir em ações. Segundo a CNDL/SPC 65% dos brasileiros mantêm o conservadorismo e prefere investir na poupança.

Mas saiba que os investimentos em renda variável podem ser muito positivos desde que você faça as escolhas corretas.

Para isso, você precisa conhecer muito bem o mercado financeiro e os investimentos. Mas de qualquer forma, é importante dizer que a Bolsa de Valores está em alta.

Ou seja, pode ser um ótimo momento para investir porque o mercado financeiros está em um momento favorável.

Se você ficou interessado nessa possibilidade e quer saber como investir de forma rentável e segura, acompanhe esse artigo que está cheio de informações valiosas.

Conheça melhor a renda variável e seus títulos

Investir em renda variável significa arriscar sem saber qual será o retorno. Então, essas são alternativas bastante dinâmicas.

Então, pode-se dizer que é o oposto da renda fixa, onde se conhece exatamente a taxa de rentabilidade, que é estipulada no momento da aquisição do ativo.

Pode ser que você esteja se perguntando o motivo dessas mudanças nos rendimentos na renda variável.

Isso ocorre devido às mudanças nas expectativas que os investidores possuem com relação à fatores como a situação política e econômica, por exemplo.

O mais importante é ter em mente que esses fatores sofrem alterações ao longo do tempo. Portanto, a lucratividade se altera o tempo todo.

Inclusive, podem ocorrer mudanças bruscas, que pegam os investidores desprevenidos.

Mas você deve saber que a volatilidade é inerente ao mercado. Então, para lucrar é necessário assumir os riscos de curto prazo.

Nesse tipo de investimento, o título mais comum é a famosa ação. Ele é emitido por empresas ou instituições para a captação de recursos que são aplicados na própria empresa.

E a partir do momento que você adquire uma ação, você passa a ser sócio da empresa em questão. Sendo assim, se a empresa cresce, você lucra. Mas o contrário também é válido.

Apesar das ações serem os títulos mais comuns da renda variável, existem outros, como por exemplo:

  • Contratos futuros,
  • Opções,
  • ETFs,
  • Commodities,
  • Câmbio

Por fim, é possível também aplicar seu dinheiro em fundos de investimentos. Assim você pode investir sem ter preocupações inerentes à gestão da sua carteira.

Por que devo investir em Renda Variável?

Assim como ocorre com todas as coisas na vida, esse tipo de investimento possui suas vantagens e desvantagens. Sendo assim, conheça algumas delas.

Vantagens

  • É possível operar em qualquer prazo;
  • As negociações são feitas totalmente online. Então, basta que você tenha um computador com internet para fazê-las em qualquer lugar;
  • Todas as operações são feitas com a intermediação de uma instituição financeira, como uma corretora de valores;
  • Com esses investimentos você recebe proventos na forma de Juros sobre Capital Próprio (JCP), dividendos ou aluguéis;
  • Como sócio da empresa, você ganha o direito ao voto em assembleias gerais;

Desvantagens

  • A principal desvantagem da renda variável é o risco inerente ao investimento, principalmente em investimentos de curto prazo.
  • Custos das operações, que dependem da sua corretora e também do volume de negociações.

Pronto! Agora que você já obteve muitas informações sobre os investimentos em renda variável, já pode começar a pensar em como investir realmente. Então continue acompanhando o texto.

Como perder o medo de investir em Renda Variável

Entre os principais motivos, pelos quais, muitos adiam o sonho de investir em renda variável está o medo de perder dinheiro. Isso é o que revela a pesquisa da CNDL/SPC.

Tenha em mente que é possível deixar os mitos de lado e começar a fazer o seu capital render de forma tão simples quanto aplicar em renda fixa.

Então, seguem algumas dicas para te ajudar:

  • Estude o mercado. O conhecimento é a sua melhor arma;
  • Opte por ativos de boas empresas se você deseja crescer de verdade;
  • Invista com qualidade. Bons investimentos sofrem menos com a volatilidade;
  • Tire proveito das oscilações para investir em swing trade ou day trade;
  • Comece devagar. Você pode optar por investimentos indiretos por ETFs e Fundos de Ações;
  • Quando você estiver experiente, vá aumentando os seus investimentos em renda variável;
  • Mas nunca invista todo o seu patrimônio em renda variável.
  • Lembre-se de diversificar seus investimentos. Isso é fundamental para garantir seu sucesso e reduzir seus riscos;
  • Uma boa carteira de investimentos é essencial;
  • Então, determine seu perfil como investidor e seus objetivos.

Por meio dessas dicas você será capaz de investir com sabedoria e aumentar as suas chances de ganhos.

Agora que você começou a perder o medo e já sabe mais sobre renda variável. Que tal saber como começar? Neste vídeo abaixo, você vai conhecer as melhores opções para começar a investir

Conclusão

Como você pode concluir pela leitura do artigo, a renda variável pode proporcionar rendimentos muito bons para o seu investimento.

Entretanto, para isso é necessário que você dê prioridade para ativos de qualidade, além de diversificar a sua carteira de maneira inteligente.

Recentemente tem ocorrido uma melhora no mercado. Então, essa pode ser uma boa hora para investir.

Entretanto, antes de sair por aí fazendo investimentos, é necessário estudar o mercado muito bem para que você seja capaz de determinar as melhores estratégias para alcançar seus objetivos.

Cristão, Casado, Pai de Menina, Economista e Investidor desde 2009. Eu sempre gostei muito de dar aulas, ensinar as pessoas aquilo que eu sei, comecei com aulas de violão e passei por vários outros segmentos, depois que me formei em Economia me encontrei e passei então a ensinar sobre investimentos e finanças, hoje a minha vida e meus negócios giram em torno desse meio e por isso estou, criando conteúdo pra vocês, produzindo informação e fazendo o que eu mais gosto.

Publicidade